Refrigerante diet é uma boa opção?

0

Segundo a Pesquisa de Orçamentos Familiares do IBGE, o refrigerante, entre eles o refrigerante diet, está entre os cinco alimentos mais consumidos do Brasil. Inclusive, está à frente de qualquer tipo de carne, fruta ou verdura.

O problema do refrigerante diet é que, além de possuir todos os problemas dos refrigerantes tradicionais, eles contêm aspartame, que agora é chamado de AminoSweet. De acordo com uma pesquisa, essa substância está relacionada a uma lista de doenças. A exemplo, ataques de ansiedade, compulsão alimentar e por açúcar, defeitos de nascimento, cegueira, tumores cerebrais, dor torácica, depressão etc.

Cronologia

A sacarina foi o primeiro adoçante artificial do mundo. Foi descoberta em 1879 pelo químico russo Constantin Fahlberg. Depois dela veio o ciclamato (1937), que foi proibido por estar relacionado com câncer de bexiga.

Continuando a cronologia, em 1965 foi descoberto o aspartame, um dos edulcorantes mais conhecidos por causar câncer em animais. Atualmente, temos a popular sucralose, um edulcorante assim como o aspartame e o ciclamato.

Os refrigerantes diet são a fonte mais banal de consumo desses edulcorantes. Afinal, são produtos altamente químicos que usamos para adoçar alimentos industrializados.

Versão de refrigerante diet engana

O que se alega é que o refrigerante diet lhe dará todo o prazer de uma bebida doce sem qualquer das calorias. Mas o que ocorre é o oposto. Essa condição a nível celular não leva informação de saciedade que o açúcar causaria, e ao não receber a informação que deveria, seu cérebro mantém o seu desejo por açúcar.

Pessoas que bebem refrigerantes diet também têm um aumento da circunferência da cintura (aumenta o tamanho da barriga), o que é um fator de risco para o diabetes tipo 2. Quando você consome bebidas diet, o seu cérebro passa a querer mais calorias porque o seu organismo não está recebendo energia suficiente. Ou seja, calorias para se sentir satisfeito. Desse modo, o seu desejo por alimentos doces fica cada vez maior.

Veja aqui outros motivos para não beber refrigerante.

 

Leia Também:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.