PF desarticula grupo especializado em enviar drogas pelos Correios

As investigações da PF começaram depois que dois dos membros do grupo foram presos em flagrante quando despachavam caixas de som “recheadas” com “skunk”

0

Agentes da Polícia Federal (PF) deflagraram, nesta quinta-feira (15), uma operação com o intuito de desarticular uma associação para o tráfico, formada por ao menos três indivíduos, especializados no envio de drogas pelos Correios. De acordo com a entidade, os entorpecentes eram enviados para diversas regiões do país.

Em nota, a PF explicou que a ação desta quinta (15) teve o objetivo de cumprir um Mandado Judicial de Busca e Apreensão e outro de prisão preventiva, na cidade de Corumbá, no Mato Grosso do Sul.

As investigações da Polícia Federal começaram depois que dois dos membros do grupo foram presos em flagrante quando despachavam três caixas de som “recheadas” com “skunk”, conhecida como “supermaconha”.

“Durante as investigações, apurou-se que um terceiro indivíduo seria o responsável por adquirir objetos, ocultar entorpecentes em seu interior, bem como recrutar outros indivíduos para realizarem a postagem nos Correios”, revelou a entidade, que ainda relatou que os suspeitos responderão por tráfico de drogas, podendo pegar até 15 anos de prisão.

Outra ação da PF

Outra operação relacionada ao crime de tráfico de drogas mediante o envio de encomendas pelos Correios foi deflagrada após determinação da justiça de Jaguarão, no Rio Grande do Sul.

Por lá, a ação teve como objetivo desarticular grupo criminoso que opera o tráfico de drogas, principalmente de “skunk”, na região da fronteira sul do Estado.

Ao todo, informou a PF, foram cumpridos 13 mandados de busca e apreensão e três mandados de prisão preventiva, nas cidades de Jaguarão, Porto Alegre, Cachoeirinha, todas no Rio Grande do Sul e Florianópolis, Santa Catarina.

Conforme a corporação, o grupo investigado, sediado principalmente em Jaguarão, conta com organização e divisão de tarefas entre seus integrantes. “A droga era enviada para destinatários localizados em outras cidades no Rio Grande do Sul e nos Estados de Santa Catarina, Paraná, São Paulo e Espírito Santo”, detalhou a entidade.

Por fim, a Polícia Federal revelou que, durante o cumprimento dos mandados, um homem acabou sendo preso em flagrante acusado do crime de tráfico de drogas. Além disso, foram apreendidos valores em espécie, documentos e aparelhos celulares, que subsidiarão o desenvolvimento das investigações.

Leia também: Operação é deflagrada para investigar corrupção de agentes públicos e despachantes do Detran em MG

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.