Jeep admite a possibilidade de abandono do nome Cherokee

Nós da equipe do Brasil 123 carros gostamos de acompanhar novelas e a história do nome Cherokee está se tornando uma

0

Nós do Brasil 123 carros sempre acompanhamos as principais histórias do mundo automotivo e algumas delas demoram um pouco para se resolver. Dessa forma, a briga amistosa entre a tribo indígena Cherokee e a Jeep, que está sob as ordens da Stellantis, está tomando grandes proporções.

Portanto, sente-se e se prepare para entender mais um capítulo dessa história e hoje o “vilão” deu uma “colher de chá” para os “mocinhos”.

O uso do nome Cherokee se tornou uma novela de época

Aqui está uma das pinturas que retratam a cultura indígena do povo Cherokee. Dessa forma, é possível notar como a mesa é cheia de detalhes. (Imagem: Pinterest/divulgação)

Nessa história é muito difícil eleger que são os vilões e quem são os mocinhos mas o enredo é muito interessante. Dessa forma, em uma discussão que está se arrastando por semanas, a Jeep admitiu pela primeira vez que pode deixar de usar o nome da tribo indígena.

O anúncio chegou através das palavras do CEO da Stellantis, Carlos Tavares, que afirmou que está em negociações com o líder da tribo e procura ter uma negociação sem outros agentes envolvidos.

O executivo ainda disse que não vê problemas com o uso do nome mas está disposto a utilizar de todas as ferramentas parar sanar esse problema. Portanto, podemos entender que o CEO está admitindo pela primeira vez a possibilidade de deixar o uso do nome da tribo Cherokee.

Por fim,deixe aqui nos comentários qual a sua opinião sobre o assunto e qual o seu palpite para o próximo capítulo.

Brasil 123 carros.

Veja Também:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.