Investir em imóveis ou em fundos imobiliários? Conheça os prós e contras de cada um

Veja agora as vantagens e desvantagens do investimento em imóveis e fundos imobiliários

0

As pessoas têm comprado imóveis e, por serem mais acessíveis, têm investido em Fundos Imobiliários também. Mas, será que vale a pena investir em imóveis ou em fundos imobiliários? Veja aqui no Brasil 123.

A tendência de investimentos no mercado imobiliário se manteve até mesmo durante a pandemia, pois, diante de taxas de juros mais baixos, as pessoas encontraram oportunidades de compras que são mais acessíveis e com taxas menores que são pagas mensalmente.

Conheça os prós e contras de ambos, logo abaixo

Conheça os prós e contras de investir em imóveis ou fundos imobiliários

Das principais vantagens de investir na compra de Fundos Imobiliários, temos o custo baixo de investimento e a liquidez alta em negociações na Bolsa de Valores. Há também a possibilidade de diversificação em fundos, visto que você pode vender e comprar cotas de outros investimentos.

Em contrapartida, quem prefere ter imóvel físico tem a autonomia para escolher a região e a qualidade da propriedade adquirida. O proprietário pode fazer nela o investimento que bem entende com a finalidade de ganhar dinheiro.
O momento se mostra propício para investir no mercado imobiliário, visto que esse é um mercado perene que sempre foi parte da cultura dos brasileiros que sempre viram nos imóveis, boas possibilidades para ter renda passiva.

Fundos imobiliários ganham em diversificação

Pensando na possibilidade de diversificar seus investimentos imobiliários? Os FIIs ganham nessa questão, visto que ao invés de investir na compra de um imóvel físico, você pode optar pelo fundo imobiliário.

Portanto, ao optar por aplicar o seu dinheiro em fundos imobiliários, o investidor tem uma ampla gama de possibilidades. Visto que com apenas 100 reais, em média, você já consegue comprar cotas de alguns fundos que geram aluguéis mensais para sua carteira.

Imóveis físicos e fundos imobiliários empatam em rentabilidade

Pensando em rentabilidade, ambos os investimentos possuem boas oportunidades. Pois enquanto os FIIs distribuem dividend yields para seus cotistas. Os especialistas afirmam um ganho mensal de 0,5% de retorno do investimento feito em Fundos Imobiliários.
A rentabilidade acaba não sendo muito divergente daquela que o proprietário recebe do inquilino que paga os aluguéis mensalmente. Considerando o valor do imóvel (que seria o valor investido em FIIs, nessa comparação).

Segundo José Masini, planejador financeiro, o aluguel que é cobrado em grandes capitais fica em torno dos mesmos 0,5%, considerando a rentabilidade mensal de acordo com o investimento feito em imóveis.
Portanto, um imóvel que custa 1 milhão de reais terá um rendimento por volta de 5 mil reais todos os meses.

Em se tratando de rentabilidade, ambos os investimentos possuem boas oportunidades - Reprodução AdobeStock
Em se tratando de rentabilidade, ambos os investimentos possuem boas oportunidades – Reprodução AdobeStock

Imóveis ganham na liberdade de escolha

Sendo assim, quem escolhe investir em imóveis físicos tem a vantagem de escolher o imóvel que deseja e planejar os métodos para aumentar os valores de aluguéis. A pessoa tem o capital e pode escolher a localização, as condições e a possibilidade de reformas futuras para aumentar sua rentabilidade, por exemplo. Isso não acontece com os Fundos Imobiliários, onde você compra as cotas de um conjunto de construções já estabelecidas.

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.