INSS vai devolver mais de R$ 60 mil aos beneficiários; veja como receber

4

O Conselho da Justiça Federal confirmou para 2021 a liberação de cerca de R$ 1,3 bilhão em  pagamentos de RPVs (Requisições de Pequeno Valor) autuadas no mês de outubro do ano passado. De acordo com o órgão, os atrasados chegam até 60 salários mínimos, equivalendo R$ 62,7 mil.

De acordo com o volume de autuações, 148.226 beneficiários estarão recebendo os pagamentos, no total de 120.399 processos. Desse valor pago, o INSS passa de R$ 1 bilhão em atrasos.

Pagamentos

Os primeiros a receberem serão os que tiveram as ações finalizadas e a ordem de pagamento expedida pelo juiz em outubro.

Só para os estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul, cuja região é atendida pelo Tribunal Regional Federal da 3ª Região, está previsto o pagamento de R$ 202 milhões dos atrasados.

O Tribunal informou que a equipe técnica já trabalha para agilizar os processos e homologar os valores, pagamento, abertura das contas, atualização de sistemas e comunicação aos Juízos. Foi informado que todos os procedimentos serão finalizados neste mês.

Veja como receber

Para receber o pagamento, o beneficiário do estado de São Paulo deve entrar com uma ação contra o INSS, em seguida acompanhar o processo de pagamento pelo site www.trf3.jus.br.

Após acessar o portal, basta o mesmo buscar a opção “Requisições de pagamento” e, logo depois, inserir seus dados ou do advogado.

Outro campo que também deve ser observado no site, é o “mês ano da proposta”. É necessário que conste “10/2020”.

Leia Também:

4 Comentários
  1. […] Leia também: INSS vai devolver mais de R$ 60 mil aos beneficiários; veja como receber […]

  2. […] também: – INSS vai devolver mais de R$ 60 mil aos beneficiários; veja como receber – Trabalhadores devem evitar uso do celular nas férias, dizem […]

  3. […] dar entrada na aposentadoria em 2021. Agora os segurados do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) terão que se adaptarem com as novas regras que podem alterar todos os […]

  4. […] dar entrada na aposentadoria em 2021. Agora os segurados do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) terão que se adaptarem com as novas regras que podem alterar todos os […]

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.