Diretor da série ‘Dom’ rebate acusações da irmã de Pedro Dom: “Imprecisas”

O diretor da série, Breno Silveira, fez questão de rebater as acusações e o pedido de cancelamento da segunda temporada

0

‘Dom’ é um dos maiores sucessos da Amazon Prime Video, mas tem causado bastante polêmica, principalmente entre a família do traficante Pedro Dom, cuja história deu origem à serie. Erika Grandinetti, irmã do falecido criminoso, inclusive, postou um desabafo nas redes sociais na última segunda-feira (12), pedindo o cancelamento da atração.

Gil do Vigor faz aniversário e recebe homenagens; veja!

O diretor de ‘Dom’, Breno Silveira, rebateu as acusações da irmã e mãe de Pedro, que faleceu em 2005 durante uma ação policial no Rio de Janeiro. Em nota para a colunista Patricia Kogut, nesta quarta-feira (14), ele afirma que as declarações de Erika são “imprecisas”:

Fiquei muito surpreso e triste hoje. Uma das filhas do Victor deu declarações imprecisas e complicadas sobre a série ‘DOM’, e eu entendo. Quando tive contato com essa história pela primeira vez, foi o próprio Victor que a trouxe até mim. Um pai e uma filha querendo contar sua própria história. Do outro lado, uma mãe e uma outra filha não querendo falar sobre essa mesma história. Infelizmente, uma família rompida. Sempre achei que pai e filha tinham o direito de querer levar essa história adiante, e assim foi feito.

O diretor reafirma que contou com a colaboração de Victor Dantas, pai de Pedro Dom, e da irmã mais nova do traficante. Breno ainda ressalta que a série é baseada na biografia do criminoso, que nunca foi contestada pela família: ” Um livro que nunca foi contestado antes por nenhum dos dois lados dessa família. Parte dos frutos dessa obra foram destinados ao futuro do filho que o Pedro deixou ainda bebê, como acordado com Victor e sua filha mais nova.”

Entenda a queixa da irmã e mãe de Pedro Dom

Erika Grandinetti, irmã do falecido, publicou uma carta-aberta para se opor à série no Facebook, na última segunda-feira (12). De acordo com a empresária de 47 anos, ‘Dom’ não retrata a verdade por trás da vida familiar de Pedro Dom e ela culpa os sócios do pai, Victor, por isso: “Minha mãe, separado de meu pai, desde sempre disse NÃO a esse projeto. Mas, sua voz não foi ouvida…Sua história de vida com seu filho, a morte de seu filho se tornou um produto, pronto pra consumo. Preciso fazer um recorte de gênero neste caso, por quê a voz da MÃE foi descartada? Provavelmente por ser mulher.”

A empresária segue no desabafo, afirmando que a série mostra o pai Victor como se fosse um herói, quando na verdade, foi a mãe Nídia Sarmento de Oliveira, que sempre tentou salvar Dom do mundo das drogas.

Erika ainda desmente o diretor Breno Silveira, afirmando que nem ela, nem a mãe e nem o filho de Pedro Dom receberam um tostão da série: “Cancelem essa porcaria! NÃO DEMANDEM a segunda temporada. Exemplos totalmente fora da realidade.”

A série ‘Dom’, que já está confirmada para uma segunda temporada, conta a história do Pedro Machado Lomba Neto (1981-2005), interpretado por Gabriel Leone, que se tornou um dos maiores traficantes do Rio de Janeiro. Ele morreu aos 25 anos de idade, durante uma ação policial no Rio de Janeiro.

 

 

Veja também: Lucas Viana posta vídeo beijando Sarah Andrade e a ex-BBB admite: “Somos intensos”

 

 

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.