Bolsa Família: Confira quando começa a 2ª parcela de pagamentos

0

O pagamento do auxílio emergencial para os inscritos no Bolsa Família teve sua primeira parcela encerrada ontem (30). Agora, conforme calendário divulgado pela Caixa, a próxima parcela retorna no próximo dia 18 de maio, para os que tiverem NIS encerrado em 1. Veja o calendário completo e como fazer parte do programa do Bolsa.

Calendário do Bolsa Família

Final do NIS 1ª parcela (abril) 2ª parcela (maio) 3ª parcela (junho) 4ª parcela (julho)
1 16 de abril 18 de maio 17 de junho 19 de julho
2 19 de abril 19 de maio 18 de junho 20 de julho
3 20 de abril 20 de maio 21 de junho 21 de julho
4 22 de abril 21 de maio 22 de junho 22 de julho
5 23 de abril 24 de maio 23 de junho 23 de julho
6 26 de abril 25 de maio 24 de junho 26 de julho
7 27 de abril 26 de maio 25 de junho 27 de julho
8 28 de abril 27 de maio 28 de junho 28 de julho
9 29 de abril 28 de maio 29 de junho 29 de julho
0 30 de abril 31 de maio 30 de junho 30 de julho

 

Inscrição no Bolsa Família

Voltado para as famílias de baixa renda, o Bolsa Família é o principal programa de distribuição de renda do país. Com a pandemia pela Covid-19, a população carente ficou ainda mais desamparada e sem renda, podendo ser assistida pelo programa. Desse modo, saiba como fazer a inscrição no Bolsa Família para ter acesso à renda destinada à saúde, alimentação e educação.

Assim como todos os demais programas, o Bolsa Família possui um regulamento próprio que deve ser atendido para quem deseja receber o benefício. Uma das principais regras é atender ao perfil de renda determinado pelo projeto.

Administrado pelo Ministério da Cidadania, o Bolsa Família atua em todas as regiões do Brasil e atende, atualmente, mais de 14 milhões de famílias.

Com a distribuição de renda, os beneficiários têm melhores condições de vida e podem acessar os serviços essenciais que lhe são negligenciados.

Desse modo, para fazer a inscrição no Bolsa Família, basta o interessado ir até o setor municipal responsável pelo programa e informar que deseja efetuar a inscrição. Esse local costuma ser o centro de Referência da Assistência Social (CRAS) ou a própria prefeitura.

Caso a família não esteja inscrita no cadastro Único, deve primeiro realizar esse cadastro, pois os candidatos selecionados para o Bolsa Família são escolhidos por meio do CadÚnico.

Portanto, para fazer a inscrição no Bolsa Família é necessário ter os documentos de todos os membros, podendo ser um desses:

  • Certidão de Nascimento;
  • Certidão de Casamento;
  • CPF;
  • Carteira de Identidade – RG;
  • Carteira de Trabalho ou
  • Título de Eleitor.
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.