7 dicas para renegociar as dívidas

Confira as dicas de como renegociar suas dívidas e “limpar” o nome

0

A vida adulta requer muitos compromissos e, dentre eles, o financeiro. O pagamento de conta de água, luz, telefone, internet, cartão são os principais na rotina da pessoa adulta. Com a correria do dia a dia, é comum o esquecimento de alguma dessas contas.

Entretanto, o acúmulo de contas sem pagar, sejam por motivos de esquecimento ou financeiro, pode levar o seu nome ao cadastro de restrições.

7 dicas que irão te ajudar a renegociar as dívidas

Acompanhe, a seguir, algumas dicas para renegociar suas dívidas e “limpar” o nome.

Organização financeira

Antes de mais nada é importante manter uma organização.

Faça uma planilha ou anote em um caderno todas as despesas mensais que tiver. Desta forma, terá uma visibilidade do seu orçamento.

Fluxo de caixa

Anote precisamente o que entra de dinheiro por mês e separe-o para o pagamento. Dê prioridades para contas fixas, lazer, educação, entre outras. Faça essa movimentação todo mês para manter o controle.

Corte no orçamento

Quando não se tem um fluxo de caixa estável, é necessário avaliar os gastos que podem ser cortados do orçamento mensal.

Prioridade

Organize a sequência de pagamentos das contas, de modo que as que tiverem juros e multas maiores sejam pagas por primeiro. Dessa forma evita que corra muitos dias de juros e multas, caso esqueça de pagar no dia certo.

Linhas de crédito

Depois de se organizar e ver qual a sua necessidade financeira mensal para o pagamento das contas, estude as linhas de crédito com juros menores, entre as instituições financeiras que tiver acesso.

Acordo parcelado

Caso chegue ao ponto de fechar o acordo parcelado, lembre-se sempre de manter em dia as parcelas. Consequentemente, será evitado que seu nome volte para a lista de restrições.

Estratégia de negociação

É de suma importância que você delimite sua estratégia de negociação.

Antes de fechar o acordo com o credor, pense nos argumentos que irá sustentar: Leve todos documentos necessários para provar a sua capacidade de pagamento da negociação.

O que você deve saber antes de fechar a negociação de suas dívidas?

Mesmo se planejando é preciso que se atente ao credor. Antes de fechar a negociação das dívidas, questione:

  • De quanto será o percentual de desconto sobre a dívida total?
  • Se resolver pagar à vista, consigo um desconto maior?
  • Se resolver parcelar, quais serão os juros cobrados?
  • Após o pagamento, em quanto tempo terei minha situação regularizada?
  • Quando terminar de pagar, terei uma carta de quitação?

O consumidor deve estar atento para evitar que mais problemas sejam ocasionados e evitar fraudes com seus dados.

Leia também: Simples Nacional: Empresas têm até esta sexta-feira (3) para aderir ao Relp

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.