Em 2 dias, Indonésia recolhe 90 toneladas de lixo das praias de Bali

0
Lixo nas praias de Bali
Autoridades da Indonésia recolheram 90 toneladas de lixo plástico das praias de Bali

As famosas praias de Bali estão repletas de lixo plástico, mas essa não é uma situação incomum. Especialistas dizem que o evento está se tornando anual graças ao clima chuvoso nesta época do ano. Além disso, a má gestão de resíduos e a crise global de poluição marinha são fatores determinantes.

Leia também: Após temporal, mar do Rio tem ‘onda de lixo’; veja vídeo

Em apenas dois dias, sexta-feira (1º) e sábado (2), a Indonésia recolheu 90 toneladas de resíduos das praias de Bali. Localizada no país asiático da Indonésia, a ilha recebia 6,3 milhões de turistas por ano em busca de paisagens paradisíacas. Isso antes da pandemia, que interrompeu as viagens. 

Catadores, caminhões e carregadeiras trabalham para limpar as praias do lixo que continua a chegar, dia após dia. As equipes recolheram 30 toneladas na sexta-feira e, em seguida, a quantidade dobrou para 60 toneladas, no sábado.

Há vários anos, ambientalistas denunciam o acúmulo de lixo no mar. Por isso, o governo da Indonésia lançou uma estratégia nacional em abril de 2020 para combater a “crise iminente” de resíduos de plástico. O problema afeta tanto o meio ambiente marinho, quanto a economia do país.

A pandemia em Bali

O país fechou as fronteiras para todas as chegadas de estrangeiros por duas semanas desde sexta-feira (1º) em uma tentativa de impedir a disseminação das novas variantes do coronavírus. O turismo é o coração da economia de Bali, já que cerca de 60% do produto regional bruto da ilha vem da indústria de viagens. Além disso, cerca de 80% das pessoas da ilha dependem do turismo.

A pandemia atingiu gravemente a economia local que contraiu 11% no segundo trimestre de 2020. Quase 3 mil pessoas que trabalham no setor de turismo perderam o emprego e 73 mil pessoas foram forçadas a tirar férias sem receber salário.

Leia Também:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.