Veterano da Segunda Guerra reencontra italianos que salvou

0

Após mais de 70 anos o americano Martin Adler reencontrou os três irmãos italianos que salvou durante a Segunda Guerra Mundial. Se tratam de Bruno, Mafalda e Giuliana Naldi. 

 

Veterano da Segunda Guerra reencontra italianos que salvou
Veterano da Segunda Guerra reencontra italianos que salvou. (Imagem: Antonio Calanni)

 

Aos 97 anos de idade, o ex-soldado Martin Adler viajou até a cidade de Bolonha, situada no Norte da Itália, para matar a saudade e reencontrar a família italiana. Agora, este reencontro se tornou possível graças à fila de Adler. 

Decidida a ajudar o pai neste antigo desejo, a menina postou uma foto nas redes sociais contando a história do pai. Foi neste momento que um jornalista italiano encontrou a publicação e se empenhou em ajudar na causa. 

Vale mencionar que o jornalista é especializado na Segunda Guerra Mundial, motivo pelo qual não teve dificuldades em identificar o regimento e a localização de Martin com base na época em que a foto foi tirada por um pequeno detalhe. 

Foi assim, que os irmãos Naldi foram encontrados e entraram em contato. O acontecimento se deu em outubro de 1944, na cidade de Cassano di Monterenzio, na região Sul de Bolonha. No local, os países aliados – França, Estados Unidos, Inglaterra e União Soviética – se empenhavam em uma ofensiva na região. 

Os soldados estavam em uma busca de porta em porta atrás de militares alemães. Eles estavam cautelosos quando viram um objeto que se assemelhava a uma caçamba coberta começar a se mexer. Imediatamente se prepararam para atirar imaginando que seria algum alemão escondido. 

Os soldados já estavam com as armas apontadas quando uma mulher se jogou na frente impedindo que uma tragédia acontecesse. Clamando pelas crianças, mais que depressa, duas meninas e um menino saltaram assustados de dentro da caçamba. 

Foi então que Adler abaixou a arma e instrui os colegas a fazerem o mesmo. Em seguida, tirou uma foto com as crianças para imortalizar o momento. Na fotografia, o homem aparece sorrindo ao lado dos três irmãos vestidos impecavelmente, alegria que se repetiu agora. Para o veterano de guerra, a destemida mãe é a verdadeira heroína da história. “Você consegue imaginar se jogando na frente de uma arma e gritando com soldados?”, disse Adler. 

Em meio às memórias da Segunda Guerra, as três crianças marcaram as lembranças de Adler que as preservou durante todo esse tempo. Vale mencionar que a análise o ajudou durante crises e pesadelos provocados pelos traumas. 

A caçula dos irmãos, Giuliana Naldi, se lembra daquele momento até hoje, de ter subido ao topo da caçamba vendo o sorriso de todos ao redor, junto ao alívio por não ser baleada. Mas ela comenta que na época era tão nova que não havia se dado conta do perigo que corria.

Avalie o Artigo:

Está "bombando" na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.