Vestibular: Unicamp, Unesp e USP podem adiar datas

As três universidades de São Paulo dão indícios de que poderão adiar o vestibular.

2

Após uma série de polêmicas em torno da edição 2020 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) optou pelo seu adiamento. A decisão foi tomada em decorrência da pandemia do novo coronavírus. Juntamente com o Enem, diversos outros vestibulares tiveram suas datas alteradas ou foram suspensos por prazo indeterminado.

Do mesmo modo, agora outras três universidades podem se juntar à lista das que optaram pelo adiamento de seus vestibulares. São elas: Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp), a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), e a Universidade de São Paulo (USP).

Posicionamento das universidades sobre o vestibular

De acordo com uma nota publicada pela Fundação para o Vestibular da Universidade Estadual Paulista (Vunesp) na última sexta-feira (29/05), a universidade estaria estudando medidas para a adequação do seu vestibular.

Ao mesmo tempo, a Vunesp manifesta, na nota, preocupação em relação aos estudantes do ensino médio que foram prejudicados por conta da pandemia da Covid-19. Além disso, poderiam ser feitas mudanças em relação ao conteúdo cobrado na prova. Com elas, o conteúdo passaria a ter mais ênfase naquilo que foi aprendido no primeiro e no segundo ano do ensino médio. Normalmente, a maior ênfase de conteúdos na prova seria sobre os conteúdos do terceiro ano.

Todas as medidas tomadas pela universidade teriam como objetivo equilibrar as chances de ingresso de cada candidato. Ainda, na nota, a universidade reiterou seu compromisso em relação ao percentual de vagas do vestibular destinadas aos estudantes de escolas públicas.

Por fim, a nota da Vunesp afirma que, caso ocorra a remarcação do vestibular, a nova data será definida em acordo com a USP e a Unicamp. Dessa forma, evitarão encontro de calendários e os candidatos não serão prejudicados.

Problemas causados pelo Enem

A indefinição das datas de realização do Enem em função da crise do Covid-19 está resvalando em diversas universidades. Isso porque, de acordo com o calendário tradicional, haveria tempo suficiente entre a realização do exame e a data de realização do vestibular das demais universidades. Dessa forma, a liberação de vagas do Sisu acontece em tempo para o início do ano letivo.

No novo cenário, pode haver um atraso no ano letivo e os estudantes podem, mais uma vez, sair lesados pela situação.

2 Comentários
  1. […] de São Paulo (USP) e a Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho”, enfrentava incertezas em relação ao seu […]

  2. […] em função das medidas de isolamento social, o vestibular de segundo semestre da FGV poderá ser realizado de duas formas. […]

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.