Use o FGTS para quitar dívidas de imóvel. Entenda!

0

Os trabalhadores têm diversas formas de usar o saldo do fundo de garantia no pagamento de contas maiores ou em momentos de aperto. Com isso, um dos usos prováveis do valor do FGTS é para quitar dívidas de imóveis. Isso serve para novas compras ou para financiamentos em andamento. Por isso, é importante ficar atento às possibilidades.

Dessa forma, o trabalhador pode usar o valor do FGTS para diminuir o valor de parcelas atrasadas. Contudo, é preciso entender as regras para saber se você se encaixa no atual uso. A medida é importante principalmente para quem não está conseguindo fechar as contas no final do mês.

Como usar o valor do FGTS?

Atualmente, o trabalhador tem diversas maneiras de usar o valor do FGTS. No atual governo, o uso desses valores foi bem mais ativo do que nos anos anteriores. Contribuem para isso, além do viés econômico da equipe de Jair Bolsonaro, a pandemia e o aumento da inadimplência, que também é uma das consequências da paralisação da economia nos anos de 2020 e 2021.

Atualmente, em relação aos imóveis, o trabalhador tem 4 formas de usar o fundo de garantia:

  • Pagar à vista o valor total do imóvel;
  • Dar entrada no financiamento imobiliário;
  • Amortizar o financiamento, ou seja, pagar a dívida restante em financiamento que ainda está acontecendo;
  • Quitar até 12 parcelas que estão atrasadas do financiamento.

Nos três primeiros casos, o uso do FGTS já é bastante antigo. Porém, a última possibilidade é nova e pode salvar as suas finanças pessoais. Isso porque muitos trabalhadores possuem contas atrasadas no financiamento da casa própria e não conseguem colocar as finanças em dia. Contudo, a quitação de 12 parcelas valerá até dezembro. De janeiro de 2023 em diante, o trabalhador conseguirá quitar apenas 3 parcelas. A medida entrou em vigor em maio desse ano. Vale lembrar que o atraso no pagamento das parcelas pode levar o trabalhador a perder o imóvel.

Imóvel com parcelas atrasadas? FGTS poderá ser utilizado para pagá-las; entenda

Quem pode quitar parcelas?

Para conseguir quitar até 12 parcelas atrasadas do seu financiamento, você precisa se encaixar em algumas regras. Isso porque o Governo Federal não liberou a medida para todos os cidadãos, principalmente por conta das diferentes faixas de renda do país. No geral, os maiores saldos do FGTS são dos trabalhadores mais bem remunerados.

Com isso, é preciso que o valor do seu imóvel seja inferior a R$1,5 milhão. Além disso, o trabalhador precisa ter três anos de trabalho sob o regime do FGTS, ininterruptos ou não. Com isso, não é preciso ter contrato de trabalho ativo. Ainda, quem quiser usar o fundo de garantia para quitar o imóvel não pode possuir outro imóvel no município onde trabalha ou tem residência. Por último, não pode ter outro financiamento ativo no Sistema Financeiro de Habitação (SFH), o que quer dizer que outros financiamentos privados não interferem nessa regra.

Para isso, basta ir até o banco onde o seu financiamento está ativo. Lá, é preciso dizer que você quer quitar até 80% de cada parcela atrasada com o valor do FGTS e, posteriormente, assinar a autorização. O banco fará tudo automaticamente e você deve ser notificado pela instituição. Esse processo não pode ser feito através de canais digitais.

5/5 - (1 vote)

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.