Tiroteio no Rio termina em três pessoas baleadas

A PM revelou que o tiroteio começou após policiais da UPP serem atacados por criminosos do Morro dos Prazeres, no Rio Comprido

0

O Rio de Janeiro teve mais um dia de violência. Desta vez, o caso foi registrado nesta terça-feira (06), quando três pessoas foram baleadas no Morro dos Prazeres, no Rio Comprido, na região do Centro da capital carioca. Dos atingidos, um acabou não resistindo aos ferimentos e morreu.

Homem morre após cair em vão entre trem e a plataforma no Rio

De acordo com a “Rede Globo”, um dos atingidos foi o porteiro José Francisco, de 55 anos. Ele estava saindo de casa quando foi atingido pelo disparo.  Além do porteiro, o jovem Lucas Rodolfo dos Reis, de 19 anos, também está entre as vítimas.

O terceiro baleado foi identificado como Wagner Maurício de Oliveira Macário, de 28 anos. Ele foi resgatado com vida e, assim como os outros dois, foi encaminhado ao Hospital Municipal Souza Aguiar, no Centro.

Todavia, por conta da gravidade dos ferimentos, ele acabou não resistindo e morreu no hospital. De acordo com a Polícia Militar (PM), Wagner tinha uma vida ativa no crime e teria, inclusive, participado de uma invasão de traficantes na comunidade da Cidade Alta, em maio de 2017.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, o estado de saúde de Lucas é estável. Já Francisco deverá passar por um procedimento cirúrgico ainda nesta terça (06).

O tiroteio

Os disparos teriam ocorrido na rua Barão de Petrópolis, localizada na altura do número 501, perto de uma rua chamada Travessa São Jorge. Em nota, a PM revelou que os policiais da UPP realizavam um patrulhamento na comunidade. De repente, informou a corporação, os agentes foram atacados por criminosos.

Por conta do suposto ataque, o policiamento está reforçado na região. Até o momento, não se sabe se os outros dois baleados no tiroteio têm participação no crime da comunidade ou se foram apenas vítimas de bala perdida.

Leia também: Mulher foi arremessada ainda viva do alto de ponte no Rio

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.