Swellen Sauer, ex de Nego do Borel, alerta sobre o cantor: “Ele é muito bom ator”

O cantor foi indiciado por agressão física contra Swellen, que o acusou de tentar enforcá-la com um cabo de celular

0

Swellen Sauer, ex-namorada de Nego do Borel, se pronunciou à favor de Duda Reis sobre a participação do cantor em ‘A Fazenda 13’. A assessora, que o acusou de agressão e tentativa de feminicídio, pede pela expulsão dele do reality da Record.

Viúva de Dudu Braga, filho de Roberto Carlos, se declara: “Amor da minha vida”

No stories do Instagram, na última segunda-feira (20), Swellen diz que não quer o mal de Nego, mas que ele precisa sair da atração “para o seu próprio bem”: “Eu nunca quis o mal desse rapaz. Eu separo bem o artista excêntrico do doente (patologicamente falando). E disse há alguns meses para ele procurar ajuda profissional e não continuar de forma soberba tentando provar a inocência de algo que todos que convivem e conviveram sabem da verdade”.

“Ele é muito bom ator, acreditem. Mas atores/doentes sofrem consequências. Tirem esse rapaz de lá exclusivamente para o bem dele. Nego não tem psicológico pra isso. Amanhã ou depois, ele se matará e ainda irá virar ídolo/coitado”, explica Swellen, que requisita a eliminação dele, para os que gostam e até para os que não gostam dele.

Swellen ainda desabafou sobre ter sua fala desacreditada por ser uma mulher negra e pobre e explica que, por isso, não tem o mesmo alcance de Duda Reis: “Justamente por eu ser PRETA também não tenham me dado a voz que hoje a Maria Eduarda (que hoje amo, respeito e admiro) tem”. As duas se uniram em processo contra Nego, assim como Julia Schiavi e Crislaine Gonçalves.

Swellen Sauer
Reprodução/Instagram

Nego foi indicado por violência contra Swellen e Duda

O cantor Leno Maycon Viana Gomes, conhecido como Nego do Borel, foi indiciado pelo crime de lesão corporal, no âmbito da violência doméstica, contra a ex-namorada, Swellen Sauer. De acordo com o jornal Extra, as investigações da Delegacia de Atendimento à Mulher (DEAM) de Jacarepaguá, no Rio de Janeiro, comprovaram que a empresária sofreu agressões do ex-namorado.

O inquérito, encabeçado pela delegada Giselle Soares, titular na DEAM, foi instaurado em fevereiro deste ano para averiguar as alegações de outra ex do artista, Duda Reis. Nele, a delegada investigava o funkeiro por injúrialesão corporal e tentativa de feminicídio. 

Nego também foi indiciado, em setembro deste ano, por “lesão corporal devido a perturbações psíquicas” contra Duda Reis. Na última segunda-feira (20), um ex-funcionário de Nego confirmou nas redes sociais as agressões sofridas pela modelo durante o relacionamento com o cantor.

 

 

Veja também: Simone Medina diz que filho optou pelo fim do Instituto Gabriel Medina

Veja Também:

Está "bombando" na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.