Sucralose: conhece os seus malefícios para a saúde

0

A princípio, a sucralose trata-se de um adoçante artificial, produzido em laboratório e que não é absorvido pelo nosso organismo. Estudos têm evidenciado que o seu uso gera resistência à insulina, aumento da fome, ganho de peso.

O San Antonio Heart Study, por exemplo, acompanhou 3682 pessoas por 7 anos e verificou que as pessoas que consumiram adoçantes, ganhavam quase o dobro de peso do que as que não consumiam. Para piorar, quando aquecida, a sucralose torna-se quimicamente instável, liberando hidrocarbonetos policíclicos aromáticos clorados (HPACs), compostos tóxicos, cumulativos no organismo humano e potencialmente cancerígenos.

Como é produzida?

Nesse sentido, possui uma molécula de cloro (passa por processos nos quais átomos de cloro (Cl) substituem alguns -OH da molécula de sacarose), que compete com o iodo do nosso organismo. Ele só tem origem natural, pois vem da sacarose, mas se tornou um adoçante artificial.

O que a sucralose pode causar

  • Disfunções de memória
  • Dificuldade de concentração
  • Tontura, vertigens
  • Até mesmo desmaios

Além disso, a substância sucralose já foi associada a problemas digestivos, estomacais e a outros fenômenos nada confortáveis para o corpo humano, como excesso de gases e náuseas.

Qual a melhor forma de adoçar?

Se for optar por um adoçante, escolha os de origem natural: eritritol, taumatina, xilitol, sorbitol, maltitol, ou stévia. Se for optar por açúcar prefira o açúcar de coco, demerara ou mascavo.

É muito difícil e a cada dia estamos perdendo mais a sensibilidade para sentir o verdadeiro sabor dos alimentos. A ingestão recorrente de alimentos doces leva a uma dependência similar à vista com as drogas. Portanto, abandone aos poucos o uso dos adoçantes e açúcares e sinta o verdadeiro sabor de cada alimento.

Por fim, vale dizer que a sucralose é ausente de qualquer valor nutricional. O consumo regular altera a microbiotia benéfica e interfere no efeito de medicações de via oral. Estudo recente mostra que, se aquecida, a substância libera compostos tóxicos associados ao aumento na incidência de diferentes tipos de câncer.

Você já sabia de tudo isso?

Sobretudo, veja também: Para que o chá de hortelã serve?

Leia Também:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.