Serasa lança campanha ‘limpa nome’ com descontos de até 99% das dívidas

Interessados podem renegociar suas dívidas por até R$ 100 até o final de julho; Serasa objetiva oferecer mais de R$ 12 bilhões em descontos

0

Os endividados do Brasil têm uma chance de renegociar suas dívidas em julho. A saber, a plataforma Serasa Limpa Nome está promovendo um feirão para negociação de descontos de quem estiver negativado. A ação também promove o parcelamento de dívidas, e o endividado pode escolher a data de vencimento.

Em resumo, a negociação engloba dívidas com 24 empresas parceiras da ação da Serasa e acontecerá durante todo o mês de julho. As empresas são: Ativos, Atlântico, Avon, BMG, Bradesco, Calcard, Casas Bahia, Claro, Colombo, Crediativos, Credsystem, Digio, Hoepers, Itapeva, Itaú, MGW, Pernambucanas, Ponto Frio, Recovery, Renner, Riachuelo, Tribanco, Vivo e Zema.

De acordo com a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC), o número de brasileiros endividados bateu recorde em junho. No mês, 69,7% das famílias brasileiras tinham alguma dívida, e a pandemia da Covid-19 no país ajudou com esse resultado.

E é justamente pela situação delicada em que se encontram os brasileiros que a Serasa promove a campanha. O objetivo é permitir aos negativados o pagamento de suas dívidas com descontos de até 99%. Assim, mais de R$ 12 bilhões devem ser oferecidos em descontos para mais de 14 milhões de dívidas.

Veja como se cadastrar e renegociar sua dívida

Segundo a Serasa, o valor médio dos débitos chega a R$ 3.937,38 por negativado. Aliás, este é o maior nível dos últimos 12 meses. Para se livrar disso, os negativados podem fechar um contrato de renegociação de dívidas em menos de 3 minutos, de maneira gratuita.

Em suma, o endividado só precisa acessar o site da serasalimpanome.com.br ou o app Serasa no Google Play e Apple Store. Além disso, os consumidores podem ligar para o número 0800 591 1222 ou entrar em contato pelo WhatsApp (11 – 99575-2096).

Todas estas formas de renegociação são digitais por conta da pandemia da Covid-19. E a própria Serasa recomenda que os negativados utilizem algum destes meios. Contudo, quem preferir negociar suas dívidas pessoalmente pode procurar uma das unidades dos Correios no horário de funcionamento, que pode ser verificado no site.

Por fim, os consumidores só precisam digitar o CPF e preencher o cadastro. Após isso, podem conhecer as condições para pagamento e escolher alguma opção de renegociação. Em seguida, basta optar pela forma de pagamento (à vista ou em parcelas), indicando a melhor data de vencimento. 

Leia Mais: Dólar dispara em meio a aumento de casos da Covid-19 no mundo

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.