Saiba como emitir a segunda via do RG pela internet

Veja os locais que permitem esse tipo de emissão e como fazer

1

A Identidade, Registro Geral, ou simplesmente RG, é um documento de emissão regional. No entanto, o governo está implantando o Novo RG que adotará um único número de identificação nacional que será o CPF (Cadastro de Pessoas Físicas).

Porém, enquanto o novo modelo não é implantado em todo o Brasil, sabia como emitir a segunda via do RG tradicional pela internet.

Todas as regiões podem emitir a segunda via do RG pela internet?

Não. E por se tratar de uma emissão regional, apenas nos locais que adotaram esse serviço pode ser possível os moradores emitir.

A princípio, apenas seis estados brasileiros realizam o serviço via internet. São eles:

  • Bahia;
  • Goiás;
  • Paraná;
  • Rio de Janeiro;
  • Rio Grande do Sul;
  • São Paulo.

Segundo o portal Tecnoblog nos estados da Bahia, Paraná, Rio de Janeiro e São Paulo, a segunda via do RG pode ser solicitada online e retirada em um posto de atendimento mais próximo do cidadão.

Entretanto, cada lugar possui seus próprios processos de solicitação. Veja a seguir.

Bahia

O Governo da Bahia gerou a plataforma do RG Expresso, permitindo que os cidadãos tenham mais facilidade na reemissão da segunda via de seus documentos.

Em nota ao Tecnoblog, o SAC Digital, responsável pelo serviço, conta que para que seja emitida a segunda via do RG pela internet é preciso que a primeira via tenha sido emitida há pelo menos seis anos. Além disso, também é obrigatório que a biometria esteja cadastrada no sistema do governo do estado.

Para realizar o serviço, o cidadão deve acessar o site do SAC Digital ou pelo aplicativo, disponível para Android e iOS. Por eles, o cidadão deve preencher o formulário de requerimento, escolher o posto de retirada do documento e pagar a taxa de serviço, no valor de R$ 43,62.

Goiás

O Governo de Goiás criou um ambiente virtual exclusivo para ter acesso aos serviços oferecidos pelo Instituto de Identificação da Polícia Civil.

Para a emissão da segunda via do RG pela internet, é necessário que o documento tenha sido emitido há pelo menos três anos e todos os dados estejam digitalizados no sistema do governo. Menores de 14 anos não têm acesso a este serviço.

O cidadão que cumpre os requisitos citados, pode acessar o ambiente virtual exclusivo e clicar em “Carteira de Identidade”. Preencha as informações solicitadas e escolha a unidade de retirada do documento. A taxa de serviço é de R$ 38,33.

Paraná

No Paraná, o serviço pode ser solicitado pelo site da Polícia Civil do estado. No ambiente virtual contém as informações e requisitos necessários para que o documento possa ser emitido.

Diferentemente de outros locais, no estado do Paraná é possível fazer alteração da foto, assinatura e outros dados biográficos como nome e sobrenome.

A taxa de serviço é de R$ 42,41.

Rio de Janeiro

No Rio de Janeiro, o órgão responsável pela emissão do RG é o Detran. Para solicitar a segunda via pela internet é preciso que:

  • A primeira via tenha sido emitida de modo presencial há pelo menos três anos;
  • O titular do RG tenha 12 anos ou mais.

Para emissão, o cidadão deve acessar o site do Detran-RJ, pagar a taxa de serviço no valor de R$ 46,15 e solicitar a segunda via do documento.

Rio Grande do Sul

No estado, o órgão responsável pela emissão do RG é o Instituto-Geral de Perícias.

Para emissão da segunda via do documento pela internet, é necessário ter 18 anos ou mais e que a primeira via tenha sido emitida nos últimos cinco anos. A solicitação deve ser feita pelo site do Instituto-Geral de Perícias, onde possui todas as informações necessárias para o procedimento. O valor da taxa do serviço é de R$ 81,84.

São Paulo

A emissão da segunda via do RG no estado de São Paulo é por meio do aplicativo RG Digital SP, disponível para Android e iOS.

É necessário que a última via tenha sido emitida a partir de 2014, contendo o QR Code no verso do documento e o titular deve ter 16 anos ou mais.

O valor do serviço é de R$ 47,96, mas, no entanto, o serviço está suspenso, de acordo com a nota emitida pela assessoria de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo:

“O Instituto de Identificação ‘Ricardo Gumbleton Daunt’ (IIRGD) esclarece que foram providenciadas melhorias nas ferramentas do aplicativo do RG Digital, em conjunto com as empresas que estão envolvidas diretamente no projeto da emissão da segunda via. Devido à complexidade dos ajustes, ainda não há um prazo definido para retorno do aplicativo.”

Vale lembrar, que em casos de perda ou roubo do documento é de extrema importância que o cidadão faça o Boletim de Ocorrência (BO) a fim de evitar roubos e/ou fraudes em seu nome.

 

Leia também: Caminhoneiros: 6 benefícios do INSS que eles têm direito

5/5 - (1 vote)

Sucesso na Internet:

1 comentário
  1. Elaine o souza Diz

    O valor do faz que eu paguei foi 140 não 125 como vcs estão falando

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.