Renato Gaúcho detona organização do Campeonato Brasileiro após empate com Bragantino

Técnico reclamou das convocações que comprometeram o desempenho do time em campo

0

O técnico do Flamengo, Renato Gaúcho disparou contra a CBF (Confederação Brasileira de Futebol) após o empate por 1 a 1 contra o Red Bull Bragantino na noite desta quarta-feira (6), em Bragança Paulista, pela 24ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Isso porque as convocações para a Seleção Brasileira e também para outras seleções estrangeiras desfalcaram o time, que briga pelo título do Campeonato Brasileiro.

No entanto, o líder Atlético Mineiro, que também teve muitos desfalques, também empatou com a lanterna Chapecoense por 1 a 1 no mesmo dia.

Agora, o time da Gávea segue com 11 pontos de desvantagem sobre o time mineiro na briga pelo título do Brasileirão.

Palmeiras, Flamengo e Fortaleza estão empatados em segundo lugar, com 39 pontos cada, contra 50 do Galo.

“Não temos tempo nem para descansar, nem para dormir direto. Vivemos dentro de hotel e avião. Agora seria o prazo, com os jogos da seleção, teríamos tempo, mas o campeonato não parou. Tem equipes que jogam duas vezes por semana, uma vez por semana, o Flamengo joga três. Isso é Brasil. Depois temos que ver as pessoas falando que o Flamengo não se interessa pelo Brasileiro”, cobrou.

Em seguida, ainda ironizou a entidade que comanda a competição nacional.

“Cá para nós, o Brasileiro está bem bagunçadinho, né?!”, disse.

Improviso

Para o jogo em Bragança, o treinador teve que fazer improvisos no time e, ainda assim, quase venceu o forte adversário.

“É um problema que vamos ter. Temos jogadores convocados, outros no departamento médico, e muitas vezes precisamos improvisar, coisa que eu não gosto. Claro que esse jogador não vai render o mesmo que na posição dele”, afirmou Renato Gaúcho.

Depois, ainda comparou os quatro desfalques do Flamengo com os desfalques atleticanos.

“Lógico que temos um grupo bom, montado para disputar as três competições, mas o que peca nesses jogos é a falta de entrosamento. Vejo muita gente comentando que o Inter, o Atlético e o Palmeiras também foram prejudicados. A pergunta que eu falo é: prejudicado o que em relação ao Flamengo? Se o Flamengo tem um jogador convocado, tudo bem. O Flamengo tem quatro”, disse.

“Então, não me venham dizer que eles estão sofrendo. Não estou aqui para ir contra a CBF, mas é a data Fifa e tinha sido combinado. Tem gente na CBF que está falando e não está cumprido, e o prejudicado é o Flamengo”, finalizou.

Leia também: Fluminense perde em casa para o Fortaleza pelo Brasileirão

Veja Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.