Quem vai receber a prorrogação do auxílio emergencial? Veja aqui

Confira as últimas novidades do auxílio emergencial

0

Muitas pessoas têm dúvidas sobre quem vai receber a prorrogação do auxílio emergencial 2021, recentemente anunciada pelo Governo Federal. A prorrogação contemplará uma extensão de 3 parcelas, que serão pagas em agosto, setembro e outubro, totalizando 7 parcelas para o benefício.

Quando for finalizada a última parcela em outubro, espera-se que o calendário de vacinação no país esteja avançado, como medida de proteção aos trabalhadores.

Veja quem vai receber a prorrogação do auxílio emergencial
Veja quem vai receber a prorrogação do auxílio emergencial

Quem vai receber a prorrogação do auxílio emergencial?

O Ministério da Cidadania já confirmou que a prorrogação será concedida a todos os trabalhadores que já vem recebendo o auxílio emergencial em 2021. Ou seja, não será preciso fazer nova solicitação, porque o benefício será pago automaticamente. Contudo, também não serão aceitos novos beneficiários, ficando a prorrogação apenas para aqueles já contemplados nas listagens das parcelas anteriores.

Quem não tem direito à prorrogação do auxílio 2021?

O Governo Federal realiza mensalmente um pente fino em todos os benefícios. Assim, quando o Dataprev, sistema que gerencia os dados do auxílio emergencial, identifica uma irregularidade, você pode ter o benefício cancelado. Dessa forma, o cidadão não tem direito à prorrogação do auxílio nas seguintes situações:

  • Arrumou um emprego formal com carteira assinada;
  • Passou a receber algum benefício do INSS ou seguro-desemprego;
  • Tem renda familiar mensal per capita acima de R$ 550,00;
  • É membro de família que tem renda mensal total acima de R$ 3.300,00;
  • Teve rendimento tributável acima de R$ 28.559,70 em 2019;
  • Até dezembro de 2019 tinha bens ou direitos com valor superior a R$ 300.000,00;
  • Recebeu rendimentos isentos ou não tributáveis acima de R$ 40.000,00 em 2019;
  • É dependente de trabalhador que declaro Imposto de Renda em 2019;
  • Foi preso ou teve o CPF vinculado ao auxílio-reclusão;
  • Teve o auxílio emergencial cancelado em 2020;
  • Passou a morar fora do Brasil;
  • É estagiário, médico residente ou tem bolsa de estudo.

É importante destacar que mesmo quem vinha recebendo as parcelas do auxílio emergencial em 2021 e eventualmente caiu no pente fino, pode não ter direito à prorrogação.

O beneficiário que teve o auxílio suspenso ou bloqueado ainda pode contestar no próprio site da Dataprev.

Como saber se vou receber a prorrogação do auxílio emergencial 2021?

Para ter a confirmação do recebimento das três novas parcelas do auxílio emergencial 2021, acesse o site da Dataprev e realize essas etapas:

  • Informe seu CPF, nome completo, nome da mãe, data de nascimento e marque “não sou um robô”;
  • Na página seguinte, será apresentada a situação do seu benefício;
  • Caso esteja bloqueado ou suspenso, clique no botão de contestação.

Se essa opção não for apresentada, significa que o seu benefício foi entendido pelo Governo Federal como um daqueles casos em que não cabem a contestação.

Qual o valor das novas parcelas da prorrogação auxílio emergencial?

As três novas parcelas do auxílio emergencial 2021 a serem pagas vão de R$ 150,00 até R$ 375,00. O valor depende do perfil de cada família, entenda:

  • R$ 150,00: família composta por apenas uma pessoa;
  • R$ 250,00: família composta por mais de uma pessoa;
  • R$ 375,00: família chefiada por mulher, sem cônjuge ou companheiro, com pelo menos uma pessoa com idade menor de 18 anos.

Confira ainda: Mais de 30 mil pessoas receberão o auxílio emergencial depois de nova análise; confira

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.