Quem recebe Bolsa Família vai receber Auxílio Emergencial 2021 na prorrogação? Veja as informações

Confira as informações sobre os benefícios

0

O auxílio emergencial foi implementado em abril de 2020 pelo governo federal para atender as pessoas vulneráveis afetadas pela pandemia de covid-19, e segue em 2021. Diante deste cenário, muitos questionam se quem recebe Bolsa Família vai receber Auxílio Emergencial 2021 na prorrogação. Vamos entender.

No ano passado, o benefício foi pago em cinco parcelas de R$ 600 ou R$ 1,2 mil para as mães chefes de família monoparental e, posteriormente, foi estendido até 31 de dezembro de 2020 em até quatro parcelas de R$ 300 ou R$ 600 cada.

Agora em 2021, a nova rodada de pagamentos tem parcelas que variam de R$ 150 a R$ 375, dependendo do perfil: o valor de R$ 150 vai para as famílias com uma única pessoa; R$ 250 para casais e famílias com duas ou mais pessoas; e R$ 375 para famílias nas quais as mulheres garantem sozinhas o sustento do lar.

Ainda mais, o auxílio emergencial 2021 seria finalizado neste mês, mas foi anunciada a prorrogação do benefício até outubro, com mais 3 parcelas, aplicando os mesmos valores.

Dessa forma, é válido esclarecer se quem recebe Bolsa Família vai receber a prorrogação do auxílio emergencial.

Quem recebe Bolsa Família vai receber Auxílio Emergencial 2021 na prorrogação? Veja as informações
Quem recebe Bolsa Família vai receber Auxílio Emergencial 2021 na prorrogação? Veja as informações

Regras do Bolsa Família para receber o Auxílio Emergencial

De acordo com as condições estabelecidas no programa, o auxílio será pago às famílias com renda mensal total de até três salários mínimos, desde que a renda por pessoa seja inferior a meio salário mínimo.

É necessário ainda que o beneficiário já tenha sido considerado elegível até dezembro de 2020, pois não houve nova fase de inscrições.

E aqui vale destacar, quem recebe o Bolsa Família vai receber o auxílio emergencial 2021 na prorrogação, mantida a regra do valor mais vantajoso, ou seja, terá direito caso essa seja uma parcela de maior valor do que aquela paga no programa social.

Sendo assim, as famílias beneficiárias do Programa Bolsa Família terão o benefício deste programa suspenso pelo Ministério enquanto receberem o Auxílio Emergencial, uma vez que eles não são cumulativos.

Se na mesma família existir mais de uma pessoa com direito ao auxílio emergencial 2021, somente uma pessoa poderá receber o auxílio. Nesse caso, terão preferência para o recebimento do auxílio os trabalhadores: mulher provedora de família monoparental; com data de nascimento mais antiga, e, para fins de desempate, do sexo feminino; e por ordem alfabética do primeiro nome, se necessário, para fins de desempate.

Ainda mais, aqueles que recebem na poupança social digital, podem movimentar os recursos pelo aplicativo Caixa Tem. Com ele, é possível fazer compras na internet e nas maquininhas em diversos estabelecimentos comerciais, por meio do cartão de débito virtual e QR Code. O beneficiário também pode pagar boletos e contas, como água e telefone, pelo próprio aplicativo ou nas casas lotéricas.

Quem recebe o Bolsa Família vai receber o auxílio emergencial, mas e quando terminar?

Quando do encerramento de todos os ciclos previstos para o auxílio emergencial 2021, que totalizará 7 parcelas, contando com a extensão do programa, o Ministério encerrará a suspensão do benefício do Bolsa Família.

Dessa forma, caso a família continue atendendo as regras de elegibilidade do programa social, o benefício será restabelecido de forma automática, não sendo necessário nenhum novo cadastro.

Em resumo, com o fim do auxílio emergencial, o cidadão volta a receber o valor habitual do Programa Bolsa Família.

Confira ainda: Pente fino do INSS realiza revisões no auxílio doença em agosto; saiba mais

Veja Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.