Quadrilha acusada de roubar casas e comércios é desarticulada em São Luís

Dentre os presos estava um casal, composto por um homem, de 29 anos, e uma mulher, de 40. Eles são acusados de liderarem a quadrilha

0

Agentes da Polícia Civil deflagraram uma operação em São Luís, no Maranhão, na terça-feira (05), com o intuito de desarticular uma quadrilhada especializada em assaltos de residências e estabelecimentos comerciais na capital do estado. De acordo com a corporação, durante a ação, quatro pessoas foram presas.

Dentre os presos estava um casal, composto por um homem, de 29 anos, e uma mulher, de 40. Segundo a polícia, contra eles, existiam seis mandados de prisão preventiva por crimes de roubo a estabelecimentos comerciais de São Luís.

Segundo a polícia, os dois eram os líderes da quadrilha e, além de atuar ativamente nos assaltos, atuavam como organizadores dos crimes. Após a captura, o casal e mais os dois presos, que não tiveram detalhes sobre eles revelados, foram encaminhados ao complexo prisional de São Luís, onde permanecem à disposição da Justiça.

Por fim, a Polícia Civil informou que as investigações sobre o grupo criminoso continuam, pois a corporação visa prender outros membros suspeitos de integrarem a quadrilha especializada nos assaltos na capital maranhense.

quadrilha
Dentre os presos estava um casal, composto por um homem, de 29 anos, e uma mulher, de 40. Eles são acusados de liderarem a quadrilha. (Foto: reprodução)

Também em São Luís

A ocorrência destacada anteriormente não foi a única em São Luís que envolveu um quarteto de assaltantes. Isso porque, no mesmo dia, agentes da Polícia Militar (PM) desarticularam um grupo depois que um veículo foi roubado e as vítimas acionaram a corporação.

Segundo a PM, as vítimas do assalto revelaram que o carro estava com pouco combustível e, por isso, os assaltantes parariam em breve. Todavia, os criminosos foram encontrados antes que o carro parasse e para detê-los, os policiais atiraram no pneu do carro.

Ao abordar os criminosos, os agentes descobriram que eles fingiram que estavam armados para coagir as vítimas e, assim, conseguir levar, além do veículo, celulares, aparelho de som, joias e dinheiro.

De acordo com a Polícia Militar, os acusados são dois homens, um de 19 anos, e o outro de 20 anos, uma mulher, de 28, e uma adolescente, de 17. Os adultos foram levados ao Plantão de Polícia das Cajazeiras, com o material apreendido. Já o menor foi encaminhado para o Centro de Justiça Juvenil.

Leia também: Polícia desarticula quadrilha especializada em aplicar golpe da casa própria no RJ

Veja Também:

Está "bombando" na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.