Programa Habitacional: Comissão aprova prioridade a famílias com pessoa com microcefalia

Proposta altera lei que criou o programa habitacional e que já dá prioridade às pessoas com deficiência

0

Projeto com novidades para programa habitacional. A saber, a Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara dos Deputados aprovou proposta prevendo prioridade de atendimento no Programa Minha Casa, Minha Vida (atualizado para o Casa Verde e Amarela) às famílias que possuam dependentes que nasceram com a síndrome congênita do zika vírus e microcefalia.

Veja ainda: FGTS: Saiba quais trabalhadores ainda podem retirar o Saque Extraordinário

Destaque para os direitos no programa habitacional

Cabe pontuar que o texto aprovado é um substitutivo da relatora, a deputada Carla Dickson (União-RN), ao Projeto de Lei 4409/19, do deputado Chico D’Angelo (PDT-RJ), e aos projetos apensados (PLs 5058/19 e 5262/19).

Vale destacar que o projeto original confere prioridade às famílias que possuam pessoas que nasceram com a síndrome congênita do zika vírus. Ainda mais, os apensados fazem referência à microcefalia relacionada a essa síndrome.

“Embora já haja previsão legal para essa prioridade de atendimento às famílias de que façam parte pessoas com deficiência, devemos enfatizar e destacar aquelas atingidas pela epidemia de zika vírus, que teve como consequência o nascimento de filhos com microcefalia”, avaliou a relatora.

A saber, a proposta insere a medida na Lei 11.977/09, que trata do Programa Minha Casa, Minha Vida, e já confere prioridade de atendimento às famílias de que façam parte pessoas com deficiência.

Leia ainda: Auxílio Emergencial temporário pode sair para turbinar o Auxílio Brasil em R$ 600

Tramitação

O projeto será agora analisado em caráter conclusivo pelas comissões de Desenvolvimento Urbano; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Com informações da Agência Câmara de Notícias

Leia também: Auxílio Gás pode ter pagamento mensal ainda neste ano; veja detalhes

Avalie o Artigo:
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.