PIS/Pasep ‘esquecido’: trabalhadores ainda podem sacar abono; veja como

Pessoas que não sacaram o abono referente a 2019 e 2020 têm até o final deste ano para solicitar o dinheiro; saiba o que fazer

0

Os trabalhadores do país que não sacaram o PIS/Pasep de ano-base de 2019 ou 2020 podem reaver o valor neste ano. Os profissionais que esqueceram ou mesmo optaram por não sacar o abono têm até o final do ano para solicitar o dinheiro.

Na verdade, esses trabalhadores deveriam ter sacado o dinheiro entre julho de 2019 e junho de 2020, mas não o fizeram por alguma razão. De acordo com o governo federal, cerca de 320 mil trabalhadores não receberam o dinheiro referente ao PIS/Pasep desses anos-base.

Aliás, o valor total liberado pelo governo foi de R$ 208 milhões. Os trabalhadores puderam requerer os valores “esquecidos” a partir de 31 de março. A saber, o prazo segue até o final do ano para que os profissionais recebam o dinheiro.

Vale destacar que esse valor não faz parte do lote liberado neste ano, referente ao ano-base de 2020. Nesse caso, os pagamentos do PIS/PASEP tiveram início em 8 de fevereiro e chegaram ao fim em 31 de março.

Saiba como sacar o PIS/Pasep “esquecido”

Para realizar o saque do valor “esquecido”, o trabalhador precisará fazer uma requisição formal de reemissão. Em resumo, o pedido poderá ser feito presencialmente ou por e-mail.

No primeiro caso, o trabalhador deverá se dirigir a uma das unidades regionais do Ministério do Trabalho portando um documento com foto. Então, basta solicitar a liberação do abono.

No entanto, caso prefira fazer pela Internet, o trabalhador deverá enviar a sua requisição de reemissão ao endereço eletrônico [email protected] Nesse caso, o trabalhador deverá substituir as letras “uf” do e-mail pela sigla do estado em que reside. Por exemplo, se o trabalhador residir em São Paulo, deverá enviar o e-mail para [email protected]

Ao pedir a reemissão do valor, o trabalhador terá até o dia 29 de dezembro para sacar. Em outras palavras, os profissionais que não sacaram o valor até hoje poderão fazê-lo até o final de 2022.

Veja quem tem direito ao abono salarial

A saber, os trabalhadores que têm direito ao saque do PIS/PASEP precisam atender os seguintes requisitos:

  • Ter trabalhado por pelo menos 30 dias no ano de 2019;
  • Ter recebido, em média, até 2 salários mínimos por mês com carteira assinada;
  • Possuir inscrição no PIS ou Pasep há pelo menos 5 anos, contados até 2019;
  • Estar com os seus dados atualizados pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais) ou eSocial.

Em suma, os trabalhadores podem receber um valor entre R$ 92 e R$ 1.100, a depender da quantidade de meses trabalhados em 2019. Para saber qual o valor do pagamento, basta multiplicar R$ 92 pela quantidade de meses trabalhados em 2019.

Por fim, os interessados em saber se possuem direito ao valor “esquecido” podem ligar para o telefone 158 ou consultar a situação no aplicativo Carteira de Trabalho Digital.

Leia Também: Conta de luz segue com bandeira verde em junho; saiba mais

5/5 - (1 vote)

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.