PIS/Pasep: confira quando sai o abono de quem trabalhou em 2021

Trabalhador costumava receber valor do benefício no ano seguinte, mas governo mudou as regras do abono; confira quando poderá sacar o valor

4

Os trabalhadores do país contam os dias para receber o PIS/Pasep. A renda extra, que pode chegar a um salário mínimo, ajuda muita gente que precisa complementar a renda no final do mês. E todo ano a expectativa para ter acesso ao valor é muito grande.

A saber, o benefício, pago pelo governo federal, é considerado um 14º salário para os trabalhadores de baixa renda. O valor pode variar de R$ 101 a R$ 1.212, a depender da quantidade de meses trabalhados no ano anterior.

Por falar nisso, o PIS/Pasep costumava ser pago sempre no ano seguinte. Por exemplo, os trabalhadores do setor público ou do privado que estavam com a carteira de trabalho assinada em 2019 receberam o abono salarial em 2020. No entanto, justamente no ano da decretação da pandemia da Covid-19, o governo alterou as regras do pagamento do benefício.

Em 2021, os trabalhadores não receberam o valor do PIS/Pasep referente ao ano-base 2020. Isso só aconteceu em 2022. E os pagamentos seguirão assim, ou seja, quem trabalhou no ano passado só terá acesso ao abono salarial em 2023. Da mesma forma, quem está trabalhando agora em 2022 só receberá o benefício em 2024.

Leia também: Caixa tem novo empréstimo para brasileiros que estão com o nome sujo

Veja se você tem direito ao PIS/Pasep

O trabalhador que tem direito ao saque do PIS/PASEP precisa atender os seguintes requisitos:

  • Ter trabalhado por pelo menos 30 dias no ano de 2021;
  • Ter recebido, em média, até 2 salários mínimos por mês com carteira assinada;
  • Possuir inscrição no PIS ou Pasep há pelo menos 5 anos, contados até 2021;
  • Estar com os seus dados atualizados pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (Rais) ou eSocial.

Em resumo, os trabalhadores que tiverem direito ao PIS recebem o valor pela Caixa Econômica Federal. Já os trabalhadores do setor público recebem o Pasep através do Banco do Brasil.

Veja ainda: Dinheiro ‘esquecido’: valores superam R$ 100 mil, mas brasileiros não sabem

5/5 - (4 votes)

Sucesso na Internet:

4 Comentários
  1. Rodrigo nogueira Diz

    Porque vcs não paga o pix de 2019 seus ladrão

  2. Rodrigo nogueira Diz

    Pague o pix de 2019 seus ladrão

  3. Iran Izaias Diz

    Como sempre fudendo o trabalhador

  4. Daiane Diz

    Resumindo só vai jogar pra frente, e nunca vai se pago.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.