Pintado pede demissão da Chapecoense nesta terça-feira (26)

Com apenas uma vitória, seis empates e seis derrotas, o treinador teve 21% de aproveitamento e já havia assumido o time em situação crítica

0

Fim da linha para Pintado na Chapecoense. O treinador anunciou pedido de demissão do cargo na manhã desta terça-feira (27), depois de apenas 14 partidas no comando da equipe catarinense no Campeonato Brasileiro.

Com apenas uma vitória, seis empates e seis derrotas, o treinador teve 21% de aproveitamento e já havia assumido o time em situação crítica.

Com 13 pontos, a equipe tem 99% de chances de ser rebaixada para a Série B, de acordo com os dados do portal de estatística Infobola.

Além dele, o assistente Carlos Kila também deixa o clube, que ainda não anunciou quem será seu substituto.

Para o treinador, a gota d’água foi a derrota por 3 a 0 para o Bahia, fora de casa, na noite de domingo (24), quando a Chapecoense mais uma vez levou um gol logo no primeiro minuto de jogo.

Pintado assumiu o comando ainda no primeiro turno, fora de casa, contra o Grêmio, quando perdeu de virada, por 2 a 1.

Na oportunidade, o clube ainda não havia vencido nenhuma partida no Brasileirão.

Ao menos, ganhou um jogo, arrancou empate contra o São Paulo e contra o líder Atlético Mineiro e venceu o Red Bull Bragantino fora de casa, em Bragança Paulista, na primeira rodada do returno. E só.

Com uma campanha ruim, o treinador já havia demonstrado desânimo depois do jogo contra o Tricolor de Aço.

Reta final

Agora, restam mais dez rodadas para o final do Campeonato Brasileiro e a Chapecoense tem 16 pontos de desvantagem para o primeiro time fora da zona de degola.

Logo, a questão já não é mais se o time vai conseguir se livrar, mas quando terá o rebaixamento consumado.

Além disso, o Verdão do Oeste faz até agora a pior campanha da história da era dos pontos corridos no formato de 20 clubes.

Depois de ser campeão da Série B no ano passado, o time de Santa Catarina não conseguiu se firmar em 2021 e já teve quatro treinadores diferentes.

Leia também: Após deixar o Joinville, Leandro Zago lamenta eliminação no mata-mata da Série D

Avalie o Artigo:

Está "bombando" na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.