PF vai investir R$ 57 milhões para a segurança dos candidatos à presidência

Segundo a PF, pelo menos 300 policiais serão designados para cuidar da segurança dos candidatos à presidência.

0

A Polícia Federal (PF) revelou que investirá R$ 57 milhões para garantir a segurança dos candidatos à presidência neste ano. De acordo com a entidade, deste montante, cerca de R$ 25 milhões serão usados para custos operacionais, como logística e diária. Já o restante deve ser usado para a compra de equipamentos.

Segundo a PF, em nota divulgada nesta quarta-feira (01), pelo menos 300 policiais serão designados para cuidar da segurança dos candidatos à presidência. Antes disso, esses agentes irão passar por um treinamento específico para que essa função seja exercida.

Thiago Marcantonio Ferreira, coordenador de proteção à pessoa da Polícia Federal, explica que os agentes começarão a atuar no dia 16 de agosto, quando se inicia oficialmente a campanha eleitoral.

Conforme ele, que explica que a corporação vai contar com uma assessoria da área de inteligência da corporação que tem como foco “identificar e neutralizar ameaças aos candidatos”, a entidade está preparada para cumprir um papel melhor do que o desempenhado em 2018.

Naquele ano, o até então candidato Jair Bolsonaro (PL), foi esfaqueado em Juiz de Fora, Minas Gerais, por Adélio Bispo. O agora presidente, à época, ficou em estado grave e correu risco de morte por conta do ataque promovido pelo acusado.

“O que posso dizer é que a Polícia Federal se qualificou e especializou seu efetivo para ter uma atuação melhor do que de 2018. E tenho certeza que 2026 será melhor que esta de 2022, seguindo a lógica de sempre evoluir e aperfeiçoar”, disse ele. Até o momento, existem 12 candidatos à presidência, sendo eles:

De acordo com Sandro Avelar, diretor-executivo da PF, a corporação já entrou em contato com os pré-candidatos para falar sobre a segurança. “Nós nos preparamos para ter uma condição estrutural e fazer um bom trabalho mesmo em um ambiente em que haja tanta paixão. Estamos preparados para fazer uma eleição tranquila”, afirmou.

Por fim, a informação é que cada candidato terá o suposto de 21 agentes da PF. No entanto, para isso, o interessado precisa requisitar formalmente o auxílio à entidade.

Leia também: Rodrigo Pacheco diz que Senado votará projeto sobre ICMS de combustíveis ainda em junho

5/5 - (1 vote)

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.