Pequenas empresas ganharão investimento de R$ 23,7 milhões

0

As micro e pequenas empresas ganharão um investimento na margem de R$ 23,7 milhões. A verba será viabilizada pelo Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) com o propósito de ser investida em projetos de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PD&I).

 

Pequenas empresas ganharão investimento de R$ 23,7 milhões
Pequenas empresas ganharão investimento de R$ 23,7 milhões. (Imagem: Reprodução/Google)

 

Os projetos abrangem iniciativas de startups, micro e pequenas empresas executados em parceria com a Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (EMBRAPII). Ambas as instituições firmaram um acordo que deve ser assinado até o final deste mês de janeiro durante o evento Innovation Rio Week. 

Vale mencionar que este já é o terceiro contrato firmado entre as organizações com o propósito de fomentar a inovação. A novidade fica por conta da ampliação do apoio financeiro do Sebrae destinado às etapas finais da inovação, e não apenas ao desenvolvimento tecnológico conforme previsto por parcerias anteriores. 

É importante explicar que a mudança acompanha a criação do programa Lab2MKT, da EMBRAPII, cujo propósito é assegurar recursos não reembolsáveis junto ao acompanhamento técnico de projetos de startups e pequenas empresas durante todo o ciclo de inovação. Desta forma, existe a possibilidade de transformar a tecnologia desenvolvida na primeira fase em um produto de mercado

Destacando que a EMBRAPII atua no financiamento em parceria com empresas capazes de desenvolver projetos de pesquisa aplicada, nos quais o desenvolvimento necessita de apoio para atravessarem o denominado “vale da morte” dos projetos de PD&I. Esta é considerada a etapa mais arriscada do projeto, pois nela é preciso comprovar a viabilidade tecnológica do projeto. 

“No entanto, percebemos que os pequenos empreendedores precisavam de um apoio extra e criamos o programa Lab2Mkt, que ajuda a mitigar os riscos mercadológicos da inovação. A parceria com o Sebrae é extremamente estratégica, pois potencializa o alcance do programa e permite que mais startups se beneficiem desse modelo”, explicou o diretor-presidente da EMBRAPII Jorge Guimarães.

A EMBRAPII é responsável por financiar uma parte dos custos dos projetos inovadores em prática na indústria brasileira utilizando recursos não reembolsáveis, além de alavancar os recursos privados em inovação. Atualmente o recurso do Sebrae, que já totaliza R$ 80 milhões, deve ser usado para apoiar a contrapartida de pequenas empresas, reduzindo o custo dos investimentos em até 80%.

Antes da cooperação com o Sebrae, a exigência de contrapartida financeira das empresas, em determinados casos, poderia limitar o acesso a recursos da EMBRAPII às pequenas empresas. A parceria entre ambas as instituições possibilitou o desenvolvimento de 174 projetos de PD&I de 190 empresas, totalizando em R$ 166 milhões. 

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.