O que é o IOF e como esse imposto influencia a sua vida

Veja como o Imposto sobre Operações Financeiras pode impactar suas finanças

0

O IOF – Imposto sobre Operações Financeiras influencia muito a sua vida e vamos te contar como. Este artigo tem a intenção de explicar o que é o IOF, a quem interessa saber mais sobre o IOF e perceber como ele influencia diretamente em sua vida. Confira aqui no Brasil 123.

Cada vez que você obtém um empréstimo ou financiamento, este imposto está embutido no valor, ou seja, sua alíquota é descontada do valor que você receberá no empréstimo ou pagará no financiamento. Além disso, se você realizar investimentos, o IOF estará lá também influenciando a sua vida.

Sendo assim, estes são alguns exemplos que você possivelmente pagou IOF e nem se deu conta.

O que é o IOF?

O IOF é o Imposto sobre Operações Financeiras, e é pago por pessoas físicas ou jurídicas que realizam operações financeiras. Por ser um imposto federal, ele é recolhido das pessoas físicas e jurídicas e enviado diretamente para a União. Na sequência, este valor retorna distribuído entre os estados e municípios.

Qual a função do IOF?

O IOF serve para duas funções fundamentais:

  • Gerar receita para a União;
  • Instrumento de medida da economia brasileira, ou seja, quanto maior é a receita do IOF, maior é a movimentação financeira do país.

Qual a forma de arrecadação do IOF?

como o IOF influencia a sua vida - reprodução unsplash
como o IOF influencia a sua vida – reprodução unsplash

Sendo assim, normalmente o IOF é recolhido juntamente com o faturamento da compra, financiamento ou resgate dos investimentos. Então:

Em empréstimos e financiamentos

A alíquota é de 0,38% + uma alíquota diária, variando a partir do tipo de transação.

Aliás quando você solicita um empréstimo, por exemplo, a alíquota do IOF é de 3% ao ano, cobrado quando é liberado o crédito. Sendo assim, na solicitação de um valor X de empréstimo você receberá no final:

X – IOF – juros

Dessa forma, ao solicitar um empréstimo, é preciso que você saiba de fato quais são os custos da operação, inclusive, qual é a taxa de juros, e escolher pela menor dentre os empréstimos existentes.

Em investimentos

Os investimentos que possuem incidência de IOF são:

  • CDBs (Certificados de Depósito Bancário);
  • LCs (Letras de Câmbio);
  • LFs (Letras Financeiras|);
  • Títulos do Tesouro Direto;
  • Fundos de investimentos.

Sendo assim, no caso dos investimentos, o investidor somente pagará o IOF quando resgatar o capital em prazo menor que 30 dias. Além disso, a alíquota do IOF incidente sobre estes investimentos diminui de acordo com o tempo que o dinheiro fica investido.

Outros investimentos

Ademais, outros investimentos que possuem incidências de IOF:

  • Compras internacionais usando cartão ou Traveler Cheque: 6,38%;
  • Câmbio: 1,1%;
  • Transferências internacionais de mesma titularidade: 1,1%;
  • Transferências Internacionais para terceiros: 0,38%;
  • Juros de cartão de crédito e cheque especial: 0,38% + 0,0082% ao dia;
  • Seguros: entre 0,38% a 7,38%.

Quais as situações de isenção do IOF?

As situações de isenção do IOF são:

  • Possuir uma carteira de investimentos isenta de IOF, como investindo em ações, por exemplo;
  • Ter investimentos de renda fixa por um prazo maior que 30 dias.

Por fim, o IOF está aí, e impacta diretamente em sua vida financeira!!!!

Opte por realizar investimentos, mesmo que tenha liquidez diária, somente retire o dinheiro após 30 dias e garanta a sua isenção de IOF.

Avalie o Artigo:
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.