O que é fascite plantar? Saiba mais sobre esse problema incômodo

Entenda como a fascite plantar pode ser prejudicial e saiba como tratar

0

Você sabe o que é fascite plantar? Quais as causas da doença? Como é diagnosticada? Qual o tratamento? Essas são as perguntas que pretendemos responder com este artigo, aqui, no Brasil 123. Portanto, confira abaixo.

O que é a fascite plantar?

Primeiramente, a fascite plantar é a inflamação da fáscia plantar. Todavia, o que é a fáscia plantar? É uma parte espessa formada de tecido fibroso que vai desde o osso do calcanhar até os dedos dos pés.

Esta doença atinge entre 3,5 a 7% da população, com idades entre 40 e 60 anos. Além disso, afeta em igual proporção homens e mulheres. Assim, a fascite plantar pode ser unilateral, atingindo o pé direito, ou esquerdo; ou bilateral, atingindo os dois pés ao mesmo tempo.

Quais são as causas da fascite plantar?

Os pesquisadores ainda têm dificuldades para determinar as causas da fascite plantar. Entretanto, apontam fatores que podem desencadear a doença, como:

  • Obesidade;
  • Permanecer em pé por muito tempo;
  • Realizar atividades físicas com carga;
  • Idade;
  • Pessoas que apresentam padrões anômalos de marcha;
  • Pessoas que possuem retração da dorsiflexão do tornozelo.

Quais são os sintomas da fascite plantar?

como tratar a fascite plantar - reprodução unsplash
como tratar a fascite plantar – reprodução unsplash

O principal sintoma da doença é a dor no calcanhar, que ocorre quando a pessoa sai da cama de manhã, e alivia quando a pessoa dá alguns passos.

Ou seja, a dor aumenta com o repouso prolongado e diminui com o fato de movimentar-se como andar.

Além disso, outro sintoma que pode ocorrer é um edema no calcanhar e tornozelo.

Como faz o diagnóstico da fascite plantar?

O médico ortopedista, após avaliar a história clínica do paciente, solicita exames para auxiliar no diagnóstico. Assim, entre os exames que podem ser solicitados pelo médico tem-se:

  • Raio X do pé;
  • Ressonância magnética, principalmente para realizar procedimento cirúrgico se for necessário;
  • Cintigrafia óssea, para identificar a quantidade de inflamação;
  • Eletromiografia, para excluir compressões nervosas.

Como é feito o tratamento da fascite plantar?

O tratamento é determinado pelo médico ortopedista de acordo com o diagnóstico realizado. Entre as principais recomendações médicas tem-se:

  • Pessoas obesas, precisam diminuir o peso e assim reduzir a pressão nas articulações.
  • Se o paciente realizar atividades físicas, deve repousar, pelo menos por 4 a 6 semanas. Ademais, reiniciar as atividades de forma gradual.
  • Usar palmilha ortopédica que distribui a carga durante a caminhada.
  • Utilizar “bota walker”, que possui a mesma função da palmilha ortopédica.
  • Usar tala ou órtese à noite para aliviar a dor.
  • Fazer fisioterapia com exercícios de alongamento da fáscia plantar e do tendão de Aquiles.
  • Tomar medicamentos anti-inflamatórios.

Em alguns casos, o tratamento é realizado de forma cirúrgica, ocorrendo em 5% dos casos da doença. Dessa maneira, pode ser realizada de forma aberta ou por via endoscópica dependendo da situação.

Sendo assim, agora que você já sabe o que é a fascite plantar, se você tiver algum dos sintomas, procure o médico ortopedista para realizar o tratamento específico.

A forma aguda de fascite plantar é mais fácil de tratar, exigindo tratamentos menores, do que se você deixar ficar crônico.

Por fim, pense bem: seus pés são a estrutura do corpo.

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.