NOVO pagamento do Auxílio Emergencial para pais solteiros; veja como receber

Confira as informações sobre o pagamento do benefício

0

Real e oficial! A Caixa Econômica Federal anunciou o crédito dos valores retroativos do Auxílio Emergencial para pais solteiros.

A saber, a partir desta quinta-feira (13), os beneficiários começaram a receber de as novas cotas do auxílio emergencial. Então, antes mesmo de prosseguir, cabe salientar que são créditos específicos para as famílias chefiadas por apenas um adulto.

Em outras palavras, não se trata de uma prorrogação do Auxílio Emergencial, e é destinado apenas a este público.

Mais detalhes você encontra ao longo deste artigo.

NOVO pagamento do Auxílio Emergencial para pais solteiros; veja como receber
NOVO pagamento do Auxílio Emergencial para pais solteiros; veja como receber – Imagem: Montagem Brasil 123

Auxílio Emergencial para pais solteiros

A confirmação do pagamento foi dada pelo presidente da Caixa Econômica, Pedro Guimarães.

Os valores serão repassados para equiparar cinco meses de Auxílio Emergencial pagos em 2020 exclusivamente para as mães solteiras, já que agora os homens ganham o mesmo direito.

Qual o valor e como receber?

De acordo com a Caixa, nesta quinta-feira (13) foi realizado o crédito para 823,4 mil pessoas, com parcelas únicas que variam entre R$ 600 e R$ 3.000.

Os valores representam o número de parcelas às quais os homens têm direito. Assim, os pais solteiros que têm direito a um mês do benefício, receberão R$ 600. Já aqueles que nunca resgataram o auxílio emergencial, devem ter o repasse no valor de R$ 3.000, equivalente a cinco meses do programa.

O pagamento dessas cotas retroativas é feito através do aplicativo Caixa Tem e não é necessário cadastro.

Dessa forma, basta acessar o app e consultar o valor creditado. Então, o beneficiário escolhe se quer realizar o saque em espécie, podendo inclusive realizar o saque sem cartão, que é oferecido no app, pode também realizar transferências e pagamentos de contas.

Medida inicialmente foi vetada

Vale lembrar que o presidente Jair Bolsonaro vetou o pagamento para pais solteiros em 2020, mas o Ministério da Cidadania alterou essa medida no final de 2021. Sendo assim, agora passa a ser possível que o homem sinalize ser chefe de família no Caixa Tem, o que antes não era aplicado.

Cabe ainda explicar que para serem elegíveis, eles não podem ter companheira(o) ou cônjuge que já tenha se beneficiado do auxílio emergencial de abril a agosto de 2020 e é preciso ter mais de 18 anos de idade.

Leia também:  AUMENTA o número de beneficiários do Auxílio Brasil; Sudeste cresce 28,45%

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.