Nívea da latinha azul: afinal, é um vilão?

0

Se você gosta de skincare, provavelmente já ouviu falar sobre como o Nívea da latinha azul pode ser um vilão. Porém, esse é um dos produtos mais utilizados no Brasil e não é por menos! Para desmistificar esse conceito, preparamos um artigo completo com as principais características do produto para que você saiba como usar.

Então, não deixe de ler até o final para ver quais são os benefícios do creme, ok?

Saiba mais sobre o Nívea da latinha azul:

Um dos principais motivos pelos quais as pessoas acreditam que esse creme é um vilão é a característica da pele no Brasil. Por vivermos em um país muito quente, a maioria das pessoas conta com pele oleosa. Dessa forma, o uso desse hidratante no skincare no rosto pode, sim, deixar uma aparência mais oleosa.

Isso porque esse é um creme ultra potente de hidratação. Logo, seu uso é mais recomendado para regiões ressecadas. Por exemplo, é o caso dos pés, calcanhares, cotovelos e até mesmo a região abaixo dos olhos.

Isso mesmo! O Nívea da latinha azul pode ser uma ótima opção para hidratar as olheiras. Além disso, uma boa dica é misturar algumas gotinhas de óleo de rosa mosqueta para hidratar ainda mais a região. Da mesma forma, a combinação também ajuda a reduzir a pigmentação das olheiras.

Por outro lado, isso não significa que o creme famoso também não pode ser usado no rosto. Sendo assim, nossa dica é usar o hidratante como uma máscara facial lavável. Ou seja, quando sentir a pele ressecada, aplique uma boa quantidade do creme por todo o rosto. Então, deixe o produto agir por cerca de 20 minutos. Em seguida, lave bem o rosto para retirar todo o excesso!

Portanto, podemos concluir que o Nívea da latinha azul está longe de ser um vilão. Logo, basta saber como usar para aproveitar esse produto baratinho do mercado nacional!

Leia Também:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.