Muriqui, novo reforço do Avaí, quer repetir feito da primeira passagem pelo clube, em 2009

Naquele elenco estava um jovem atacante, de 22 anos, Muriqui, que foi um dos destaques daquela campanha vitoriosa

0

O Avaí ficou em sexto lugar no Campeonato Brasileiro de 2009, a melhor campanha de um time catarinense até hoje na era dos pontos corridos. Inclusive, o Leão da Ilha se classificou para a Copa Sul-Americana do ano seguinte.

Mas, naquele elenco estava um jovem atacante, de 22 anos, Muriqui, que foi um dos destaques daquela campanha vitoriosa. Agora, 13 anos depois, com o Avaí novamente na elite após o acesso em 2021, Muriqui também está de volta.

Veja em seguida: Gabriel Sara, destaque em 2021, espera São Paulo mais forte em 2022

Assim, aos 35 anos, o jogador foi apresentado nesta sexta-feira (14) depois de ter sido anunciado no meio da semana e espera fazer bonito este ano.

Aliás, a principal missão do clube catarinense este ano é ao menos se manter na elite do Brasileirão, pois nas últimas temporadas, o time tem subido e depois já caído para a Série B.

No entanto, Muriqui se mostra animado e espera dar alegrias ao torcedor do Leão, como fez lá atrás.

“Estou muito feliz e motivado em retornar ao Avaí. Foram 13 anos que passaram e me sinto muito honrado por estar aqui. Disse diversas vezes em entrevistas no passado que eu queria muito retornar ao clube e hoje estou tendo esta oportunidade”, disse na entrevista coletiva.

Depois, ainda ressaltou que espera colaborar com sua experiência.

“Espero colaborar dentro de campo com a experiência que adquiri e fora de campo também. O principal é ajudar dentro de campo na parte técnica, em liderança. Me sinto muito motivado e feliz de estar aqui novamente”, afirmou o atleta.

Veja em seguida: Corinthians vai ‘partir para cima’ de Diego Costa nos próximos dias

Nova realidade

Embora o momento atual seja bem diferente do vivido em 2009, Muriqui está confiante em uma boa temporada.

“Eu quero competir, eu quero disputar. Quero fazer coisas que possibilitem a gente a fincar a bandeira do Avaí na Série A. Minha conversa com o William Thomas também foi nesse sentido. E o Marquinhos falou que o time está sendo montado legal, para brigar e consequentemente isso me motiva”, disse.

“Eu sai do Avaí 13 anos atrás como 6º lugar, como a melhor campanha de um time catarinense na Série A. Por pouco quase fomos à Libertadores. Eu sei que a realidade hoje é diferente, mas queria um projeto que pudesse competir e ajudar o Avaí a permanecer na Série A”, afirmou.

Veja em seguida: São Paulo vence o EC São Bernardo e avança para a terceira fase da Copinha

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.