Maiara e Maraisa são impedidas pela Justiça de usar a marca ‘As Patroas’

Uma liminar proíbe o uso do termo com multa de R$100 mil por infração

0

‘As Patroas’ se tornou uma marca registrada da parceria entre Maiara, Maraisa e Marília Mendonça, mas agora as irmãs devem dizer adeus à esse termo. Em uma decisão proferida pela Justiça na Bahia, elas foram proibidas de utilizá-lo – seja no singular ou no plural.

Mãe de Sérgio Hondjakoff celebra tratamento do ator: “Meu filho achou por bem ser internado”

De acordo com o colunista Lucas Pasin, do site Uol Splash, nesta última sexta-feira (10), o juiz substituto Argemiro de Azevedo Dutra, da 2ª Vara Empresarial de Salvador, Bahia, decidiu, em liminar, que as irmãs não podem usar a marca, seja em em publicidades, eventos, por meio físico ou virtual – e caso façam deverão pagar multa de R$100 mil.

A determinação ocorreu, segundo o ‘Blog do Marrom’, do jornal ‘Correio 24 Horas’, após a cantora baiana Daisy Soares ter sido reconhecida como proprietária da marca. Ela denunciou o uso indevido da alcunha pelas sertanejas, já que tem a mesma proposta artística das cantoras, exaltando o poder feminino.

Daisy alegou na Justiça que, desde 2013, se apresenta com o termo ‘A Patroa’ e, em 2017, conseguiu o registro da marca junto ao Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI). A cantora soube da intenção de Wander Oliveira, agente da falecida Marília e parte da WorkShow, de patentear a alcunha e tentou entrar em um acordo amigável, mas sem sucesso.

A decisão, no entanto, ainda não é final e as irmãs podem tentar reverter.

Maiara segue firme e forte com Fernando Zor

Maiara está noiva, novamente, desde abril deste ano de Fernando Zor e os dois já se encontraram com um pastor para esmiuçar os detalhes do casório. Rumores em maio, no entanto, alertavam que eles enfrentavam uma crise na relação, ainda mais após a sertaneja ser vista sem a aliança.

Em entrevista para o colunista Léo Dias, que repercutiu no começo de junho deste ano, durante o Curitiba Country Festival, ela explicou o ‘tira e põe’ da aliança: “A minha aliança tá aqui, o que acontece é o frio, gente, a luva, eu coloco eu tiro, porque incomoda. Às vezes, no meio do show, o trem esquenta, eu tiro, fico sem aliança. Eu gosto de usar umas roupas bonitas, a gente usa meia-calça legal também. Não dá, cara!! Tem uma meia-calça que esse anel pega, tenho que ficar trocando de meia em meia hora”.

Indagada sobre a data do casório, ela frisou que será até dezembro deste ano: “A gente tá prevendo essa data, ainda não tem, estou tentando me organizar com ele. Na verdade nós estamos. Todo dia ele pergunta pra mim: ‘E a data?’. Falamos sobre dezembro”.

Veja também: Dia dos namorados: como conquistar os objetivos financeiros?

Avalie o Artigo:
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.