Lula mantém liderança em disputa ao Planalto; veja os números

Lula continua na frente de Bolsonaro tanto no levantamento referente ao primeiro quanto ao referente ao segundo turno das eleições.

0

Números revelados nesta sexta-feira (13) pelo Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas (Ipespe) mostram, que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) mantém a liderança na corrida eleitoral presidencial deste ano.

De acordo com o instituto, o petista manteve os 44% de intenções de votos registrados na última pesquisa, há duas semanas, diferentemente do segundo colocado na disputa, o presidente Jair Bolsonaro (PL), que oscilou positivamente dentro da margem de erro e passou de 31% para 32%.

Conforme a pesquisa, as demais posições na corrida eleitoral estão preenchidas na seguinte sequência:

  • Ciro Gomes (PDT), 8%;
  • João Doria (PSDB), 3%;
  • André Janones (Avante), 2%,
  • Simone Tebet (MDB), 1%;
  • Os demais candidatos não pontuaram.

Quando o assunto são simulações de segundo turno, constata-se que Lula continua se saindo vencedor em todos os cenários. No mais provável, contra Bolsonaro, Lula venceria o atual presidente por 54% a 35%, ou seja, uma diferença de 19 pontos percentuais. Levando em consideração a última pesquisa, Bolsonaro ganhou um ponto percentual na disputa, visto que, em maio, o resultado do levantamento apontava a vitória de Lula por 54% a 34%.

Por fim, o Ipespe ainda revelou que pouco mudou no quesito rejeição quando comparado com a última pesquisa. Dos entrevistados, 43% afirmam que não irão votar em Lula de jeito nenhum, percentual idêntico ao relatado há duas semanas. Dos ouvidos, 59% afirmam que não votariam em Bolsonaro, um ponto percentual a menos do que o relatado no último levantamento.

Avaliação do governo Bolsonaro

Além dos números eleitorais, o Ipespe também divulgou nesta sexta dados sobre a avaliação do governo de Bolsonaro. De acordo com o instituto, as pessoas avaliaram a gestão do presidente da seguinte forma:

  • 51% consideram o governo ruim ou péssimo – o número foi de 52% no começo do mês;
  • 32% avaliam como ótimo ou bom – foram 32%, ante 31% no último levantamento;
  • E 17% dizem que a gestão é regular – o percentual relatado no começo do mês foi 16%.

Durante o levantamento, que tem uma margem de erro de 3,2 pontos percentuais, os entrevistados também foram questionados se aprovavam ou não o governo do presidente. Das mil pessoas questionadas, 60% disseram que desaprovam, ante 62% no começo do mês. Por outro lado, 35%, mesmo patamar da pesquisa anterior, disseram que aprovam a gestão de Bolsonaro.

Leia também: Lula diz que ‘não haverá teto de gastos’ em seu governo

2/5 - (1 vote)

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.