Luísa Sonza diz que marcas boicotam artistas que falam de política: “Tristeza profunda”

Deolane Bezerra corroborou as falas da cantora nesta quinta-feira (9)

0

Luísa Sonza usou seu perfil no Instagram, na tarde desta quinta-feira (9), para denunciar marcas que boicotam artistas apenas por falarem de política. Com a chegada das eleições em outubro deste ano, a cantora se diz ‘enojada’ com as táticas dessas empresas – que não foram identificadas.

Rebel Wilson assume namoro com empresária: “Amor é amor”

“É de uma tristeza profunda saber que as marcas estão derrubando campanhas de publicidade com celebridades e influencers que SE POSICIONAM POLITICAMENTE. O que deveria ser uma NECESSIDADE para se contratar. Eu fico indignada”, começou ela, apontando que o trabalho de um influencer é influenciar, positivamente, outras pessoas: “Porque eu acredito numa influência real que melhora nossa sociedade e faz o jovem pensar, querem pessoas que só consomem o que vocês quiserem e não saibam falar nada sobre política e sociedade. Que futuro vocês querem pra nós?”.

Para a artista de 24 anos, é essencial que as pessoas sejam ativas na sociedade: “Não quero viver num país burro com jovens que só podem postar dancinhas, fazer fotos bonitas nas redes sociais e apenas isso ser de acordo com o que as marcas querem”.

“INFLUENCER virou uma profissão. Isso nem se discute mais. Esses jovens (não só jovens, mas a maioria, pelo menos) de fato têm GRANDE INFLUÊNCIA na VIDA e no PENSAMENTO de milhões de pessoas. Se a gente não puder usar essa força pra algo além, de que adianta tanto?”, finalizou.

Deolane Bezerra corrobora desabafo de Luísa

Deolane, que já afirmou com todas as letras que votará em Lula nas eleições deste ano, corroborou as denúncias de Luísa nas redes sociais. No stories do Instagram, a advogado desabafou: “Vocês devem ter visto que muitos artistas estão ‘perdendo’ publicidades e trabalhos por se posicionar, estou fazendo meu Arraial e tô tendo bastante dificuldades com as empresas que não aceitam eu não me ‘silenciar’. Não tenho como me silenciar quando vejo o povo brasileiro passando fome de novo, eu posso perder o dinheiro dessas marcas, mas nunca vou me calar e deixar de me posicionar!”.

“Todos os ‘silenciados’ já declararam seu lado, eu não irei me igualar e manter o país na situação que está, a raiva e a tristeza já assolaram o mundo nos últimos anos. Obrigada aqueles que se mantiveram comigo e aos novos que quiserem chegar, aqui o respeito vai sempre prevalecer, mas aceitar quieta e tentarem me silenciar por ‘cancelamento’ isso não vai colar comigo!”, finalizou.

 

Veja também: Sérgio Hondjakoff recebe ajuda e está em tratamento após crise

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.