Luciana Gimenez chora após polêmica sobre herança do pai falecido: “Muito baixo”

Apresentadora lamentou que o pai tenha virado assunto dois anos após morte.

0
Luciana Gimenez chora
Reprodução: Instagram

A apresentadora Luciana Gimenez chora ao fazer desabafo sobre uma polêmica em torno da herança do seu pai, João Alberto Morad. A contratada da RedeTV! diz que se escondeu no banheiro após ver que a herança do patriarca virando assunto. Entenda o que houve!

Luciana Gimenez chora em desabafo sobre polêmica com o pai

João Alberto Morad morreu em 2020 e teria deixado R$2 milhões para uma desconhecida, enquanto, para a apresentadora, teriam ficado R$73 mil, além de alguns bens – de acordo com informações do colunista Leo Dias. A apresentadora ficou chateada com a situação e se trancou no banheiro da emissora, durante uma gravação, para fazer o desabafo. “Queria entender o que a morte do meu pai tem de importante para a mídia. Alguns jornalistas fazem esse tipo de coisa, usam desgraça alheia para dar ibope. O que a morte do meu pai importa para essas pessoas? Não tem um tipo de respeito, de ligar para perguntar, para falar nada”, lamenta, aos prantos.

Ademais, a apresentadora lamenta que um assunto tão delicado tenha virado assunto desta forma. “Eu também sou uma pessoa. Só porque eu sou famosa, não quer dizer que eu não tenha sentimento. Quando a pessoa é famosa, parece que ela perde toda a liberdade de ser ela. Coisas normais que as pessoas passam, de sofrimento, todo mundo fica rindo, comentando, e dói, dói muito”, desabafa.

Por fim, Luciana, que era filha única, reforça que o pai tinha dinheiro de inventário e que ele, assim como qualquer pessoa, tinha direito de fazer o que quisesse. “É o cúmulo, é o final! Essa foi muito baixa. É muito baixo você mexer na vida do pai que morreu, da mãe que morreu. Eu não preciso de dinheiro de ninguém, porque eu trabalho honestamente para ganhar o meu. E meu pai tem direito de fazer o que ele quiser. E o que ele fez é a mim que pertence, aos meus advogados. (…) Nunca ganhei dinheiro de ninguém. Guardei uma coisa do meu pai: amor, respeito, educação”, diz.

Avalie o Artigo:
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.