Linn da Quebrada pode lançar documentário no Globoplay

A ex-BBB ainda está em fase de negociações com a emissora carioca

0

Linn da Quebrada pode ganhar um documentário no Globoplay! De acordo com a exclusiva do colunista Léo Dias, nesta segunda-feira (9), a ex-BBB já idealizou todo o projeto e a ideia é lançá-lo ainda no segundo semestre deste ano, para aproveitar a popularidade do BBB 22.

Arthur Aguiar é acusado de ‘implorar’ feat com artistas

O longa chama-se ‘Trava Línguas’, o mesmo nome do último álbum dela. A produção, inclusive, foi toda gravada por Lina ao lado de Rodrigo de Carvalho. Segundo fontes, uma das cláusulas do contrato de Linn para entrar no BBB 22 foi, justamente, lançar o documentário pelo Globoplay.

‘Trava Línguas’ aborda o processo de gravação do álbum da artista e externa todas as dificuldades que ela enfrenta por ser uma travesti no Brasil. O documentário já foi todo gravado antes da entrada dela no reality da TV Globo e está prontinho para lançamento.

Linn já rebateu comentários transfóbicos de Nego Di

Linn da Quebrada se pronunciou, na manhã desta última segunda-feira (2), após ser alvo de comentários transfóbicos em um show stand up de Nego Di. No evento, o ex-BBB a chamou de ‘traveco” e ainda indagou por que ela ficou com Maria no BBB 22: “O cara vira mulher, bota silicone, bota cabelo, toma hormônio para sair e pegar umas minas?”.

“O riso que essa situação revela me parece uma atitude desesperada de tentar coagir manifestações potencialmente perigosas ao grupo que ele pertence. Um riso que persegue, que tenta corrigir, que quer diminuir para criar a ilusão de que eles são maiores e mais fortes. a farsa da força”, começou a ex-BBB, bastante abalada. “Quando eu fazia teatro lemos um livro que se chama O riso, do Bergson, que nunca esqueci. Lá ele fala do riso como ferramenta de organização e punição social tbm. Não só, mas tbm. ‘O riso deveria cuidar de nos fazer parecer o que deveríamos ser’, mas a gente escapa e dá risada”, continuou.

Em resposta aos fãs, ela diz que Nego foi propositalmente transfóbico: “O que mais me deixa puta é que tudo isso que ele tá fazendo parece meticulosamente pensado pra deslegitimar tudo que temos construído há tanto tempo. Pra nos distanciar ainda mais da nossa humanidade. Não é sobre o jogo do bbb, é sobre o jogo que eles fazem aqui fora também”.

 

Veja também: Alessandra Veiga rebate acusações de Cybelle Hermínio sobre herança: “Barraqueira”

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.