Líder Náutico fica no empate em casa contra a ameaçada Ponte Preta

Time da casa, mesmo na frente, pode ser ultrapassado se o Coritiba vencer os dois jogos que têm a menos

0

O líder Náutico ficou no empate por 1 a 1 com a Ponte Preta na noite desta segunda-feira (12), no estádio dos Aflitos, em Recife, pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

Com o resultado, o time comandado pelo técnico Hélio dos Anjos segue invicto, agora com 25 pontos e cinco a mais do que o vice-líder Coritiba.

No entanto, o time paranaense ainda tem dois jogos a menos.

Por sua vez, o time paulista, comandado pelo técnico Gilson Kleina, foi a 9 pontos e deixou, momentaneamente, a zona de rebaixamento para a Série C.

Agira, na próxima rodada, a Macaca volta a jogar no sábado (17), a partir das 18h30, quando recebe o Remo, a partir das 18h30, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas.

Por sua vez, o Timbu volta a jogar no domingo (18), quando tem jogo complicado fora de casa contra o Vasco, a partir das 16h, no estádio de São Januário, no Rio de Janeiro.

O jogo

Logo aos 2min, um lance polêmico em ataque perigo da Ponte Preta. Moisés recebeu na área, foi puxado, continuou a jogada, a bola passou pelo goleiro e a zaga tirou quase em cima da linha.

No entanto, o árbitro não marcou o pênalti, o que gerou muita reclamação do time paulista.

Depois disso, o Náutico passou a controlar a partida, se impondo no campo de ataque.

Assim, teve uma boa chance aos 11min, quando Marciel arriscou chute e a bola passou perto do gol, tirando tinta da trave.

Entretanto, quando a Ponte voltou a atacar, abriu o placar. Aos 18min, André Luiz chutou de fora da área, Jefferson deu rebote e, na sobra, Moisés fez 1 a 0.

Pouco depois, aos 23min, Moisés teve a chance de ampliar, ficou cara a cara com Jefferson, mas tentou passar para o companheiro e a bola não chegou em Niltinho.

Porém, em desvantagem, o Náutico tinha dificuldades em criar oportunidades de gol no primeiro tempo, pois a defesa do time paulista estava bem postada.

Assim, a Ponte Preta foi para o intervalo com vantagem parcial.

Segundo tempo

Na etapa final, o Náutico reagiu rápido e chegou ao empate aos 4min, com o zagueiro Camutanga, que desviou de cabeça após cobrança de escanteio.

Em seguida, aos 9min, a Ponte Preta quase marcou o segundo gol, com Niltinho, que chutou forte e obrigou o goleiro a espalmar para escanteio.

Depois, aos 30min, Vinícius sofreu pênalti para o Náutico. No entanto, Jean Carlos cobrou e mandou por cima, desperdiçando a grande chance.

Assim, a Ponte Preta se animou e cresceu. Teve duas chances seguidas em que a bola foi afastada em cima da linha pela zaga do Náutico.

Mas, no final, o placar ficou inalterado.

Leia também: Gabriel Mercado chega ao Internacional e projeta sucesso

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.