KIT ANTENA para Cadastro Único: Saiba como vai funcionar a entrega

Confira os detalhes para os inscritos no CadÚnico

2

Já ouviu falar que os brasileiros inscritos no Cadastro Único (CadÚnico) têm acesso ao que está sendo chamado de “Kit Antena”?

A saber, o objetivo é que fazer com que aqueles que usam antenas parabólicas (TVRO) possam atualizar os seus equipamentos para sincronizar com mais eficiência os canais de televisão.

Kit antena para Cadastro Único: Saiba como vai funcionar a entrega
Imagem: Montagem Brasil 123

Quantos inscritos receberão o Kit antena do Cadastro Único?

A estimativa é de que cerca de 20 milhões de famílias brasileiras estejam assistindo ao sinal de televisão de acesso aberto e gratuito na Banda C via satélite. Desse modo, para evitar interferência na frequência de 3,5 GHz, ela será atualizada para a Banda Ku.

Para quem não está familiarizado, tal frequência será reservada para o 5G, cuja operação começará a operar nas 27 capitais brasileiras em julho.

Leia ainda: CAIXA TEM: Aplicativo atualizado permite solicitar empréstimo de até R$ 1.000

Como será a entrega?

Será de forma gradual, é preciso que fique claro. Então, conforme os recursos para a troca de banda forem disponibilizados, os kits de antena serão liberados para quem se inscreveu no Cadastro Único e que tenha renda mensal de até 3 salários mínimos.

Vale destacar que o intuito é evitar que cidades que usam televisão aberta por satélite fiquem sem sinal.

A banda larga móvel inicia sua operação a partir de 30 de junho (com possibilidade de adiamento para 29 de setembro) pelas capitais e o Distrito Federal.

Já em 2023 será a vez dos municípios com mais de 500 mil habitantes e assim por diante, até finalizar o cronograma em 2026.

Atualização do Cadastro Único

O Ministro da Cidadania, Ronaldo Bento, destaca a importância do CadÚnico:

“O Cadastro Único é a porta de entrada para todos os programas sociais do Governo Federal. É a nossa grande base de dados. No cadastramento a pessoa se habilita a receber, por exemplo, o Auxílio Brasil, maior programa de transferência de renda da história do país, onde as famílias recebem o mínimo de R$ 400. Além disso, temos o Auxílio Gás e diversos outros programas”.

“Atualizem o seu cadastro. Valide os dados e se habilite aos programas de transferência de renda do Governo Federal”, orienta o ministro.

Veja também: INSS: Dados vazados geram indenização de R$ 2.500 para pensionista; entenda

4.1/5 - (19 votes)
2 Comentários
  1. Luciene Pereira da silva Diz

    Eu tenho direito tb

  2. Estanislau Miranda . Diz

    ESSA BALELA ELEITOREIRA VAI ATÉ QUANDO ,?
    O GOVERNO ESTA MUITO BONZINHO , AUMENTO DE 400 , PARA 600
    AUMENTO DE 400 PARA 1.000
    QUANDO É PARA AUMENTAR O SALÁRIO MÍNIMO É UMA LUTA , É CHORO RO DANADO , ELE NÃO DÃO ESSE TIPO DE AUMENTO PARA O TRABALHADOR ASSALARIADO PORQUE?
    ESSES POLÍTICOS SÃO REALMENTE DECEPÇÃO , TINHA QUE ACABAR COM ESSE NEGÓCIO DE DEPUTADOS , VEREADORES , PRESIDENTE, SENADORES , COM ESSA MAMATA POLITIQUEIRA , ESSES ELEMENTOS SÓ PENSAM NO BEM ESTAR DELES É DECEPÇÃO ENCIMA DE DECEPÇÕES , E TINHA QUE ACABAR COM ESSE NEGÓCIO DE VOCÊ TER QUE VOTAR , POLÍTICOS NÃO SERVEM , SÓ PARA GANHAR E GASTAR O DINHEIRO PÚBLICO E MAIS NADA , POLÍTICOS FAZEM MAL A SAÚDE, A EDUCAÇÃO , A CIÊNCIA E A CULTURA.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.