Jade Picon fez curso rápido de atuação nos EUA para estrear na TV Globo, diz colunista

O curso teria sido feito enquanto ela esteve aproveitando o Coachella, em abril deste ano

0

O Sindicato não quer, mas Jade Picon deve estrear como atriz na TV Globo! De acordo com o colunista André Romano, do site Observatório da TV, nesta última sexta-feira (13), Jade passou por um curso rápido de atuação enquanto esteve nos EUA em abril deste ano.

Zé Neto, da dupla com Cristiano, cutuca Anitta: “A gente não precisa fazer tatuagem no toba”

A ex-BBB foi para a Califórnia, nos Estados Unidos no dia 13 de abril deste ano e, além de curtir o festival Coachella, também fez uma parceria com Anitta para o Tik Tok. Ela e o irmão, Léo Picon, ficaram no país por cerca de 10 dias, retornando no dia 26 de abril para ela participar do ‘BBB 101’.

O colunista não deu maiores informações sobre qual curso Jade teria feito, mas de acordo com matéria do site G1, ela precisará mais do que isso para tirar seu registro profissional: ou ter um diploma reconhecido ou comprovar, pelo seu histórico, que trabalhou três anos consecutivos como atriz.

Sindicato pretende barrar a estreia de Jade

Hugo Gross, presidente do Sindicato dos Artistas e Técnicos em Espetáculos de Diversões do Estado do Rio de Janeiro (SATEDRJ), voltou a afirmar, em entrevista ao site Splash Uol, nesta última quinta-feira (12), que fará o que está em seu alcance para barrar a atuação de Jade Picon na novela ‘Travessia’, da TV Globo.

“No caso do SATED, proteger o trabalhador da arte, o circense, o dublador, o técnico, o ator e a atriz”, explicou o presidente. Ele também frisou que toda a emissora sabe que não se pode contratar alguém sem o registro profissional: “É como querer contratar um advogado sem a carteira da OAB”.

Na opinião de Hugo, existem atores renomados que ainda não são respeitados no meio: “A lei é muito clara. Sem registro, não trabalha. Isso não é uma perseguição do sindicato a nenhum influencer, a nenhuma pessoa, isso não é uma perseguição às empresas que tão dando trabalho, porque nós, da arte, precisamos de trabalho, nós precisamos realmente que fomentem o trabalho”.

“Eu não posso dizer por outras gestões, a lei sempre existiu e ela deve ser cumprida. Eu não posso dizer o que os outros presidentes faziam. Eu posso dizer que a minha gestão vai cumprir a lei. A gente vai fazer de tudo, dentro da legalidade, para que uma empresa de radiofusão entenda que tem que contratar profissionais e não pessoas que têm seguidores”, finalizou.

 

Veja também: Sabrina Sato fala sobre término com o ex-BBB Dhomini: “Quase morri”

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.