Idoso é morto a tiros após golpear PM com um facão

O idoso Cezar Lino da Silva, de 68 anos, foi atingido pelos disparos depois que deu dois golpes de facão em um soldado, que estava no local, junto de outros agentes

0

Um idoso, de 68 anos, morreu após tentar golpear um agente da Polícia Militar (PM) usando um facão. De acordo com a corporação, o fato aconteceu na madrugada desta quinta-feira (14) em Borda da Mata, em Minas Gerais.

Em nota, a PM revelou que Cezar Lino da Silva foi atingido pelos disparos depois que deu dois golpes de facão em um soldado, que estava no local junto de outros agentes para averiguar uma denúncia feita por vizinhos da vítima, que afirmaram que foram ameaçados por ele por conta de um boi.

De acordo com a entidade, o vizinho do idoso foi, inclusive, até a delegacia para denunciá-lo. “Segundo o homem, eles teriam discutido no feriado por causa de um boi que teria rompido os limites da cerca da propriedade dele”, informou a PM.

No decorrer dessa discussão, Cezar teria apontado uma arma e ameaçado o vizinho que fez a denúncia. Ao chegar no local, pessoas que moravam perto do idoso afirmaram que ele era uma pessoa difícil de lidar e que costumava tentar intimidar as pessoas mostrando as armas que possuía.

O ataque

“Quando chegaram até a casa de Cezar, os policiais chamaram por ele, que saiu de sua casa e parou no terreiro, de onde respondia as perguntas dos militares”, informou a PM, que disse que os agentes pediram autorização para entrar e conversar com o idoso – ele aceitou.

“Um dos policiais, um soldado, começou a falar para o homem sobre a denúncia feita pelo vizinho”, revelou a PM, que ainda conta que, depois de ouvir o relato, Cezar ficou irritado e passou a afirmar que não teria feito nada.

Em seguida, o idoso foi para dentro da casa, mas deixou a porta um pouco aberta. Ao se aproximar do local, um PM foi atingido com um facão duas vezes: uma na cabeça e outra na altura do joelho.

Idoso ainda atirou

De acordo com a PM, enquanto o soldado era socorrido, o idoso ainda pegou uma arma e passou a disparar contra os agentes. Na nota, a entidade afirma que os policiais pediram para que Cezar parasse com os disparos, o que não aconteceu.

“Após um tempo de confronto, os militares perceberam que Cezar não estava mais disparando e pela janela verificaram que ele estava caído no chão, ainda com vida”, informou a corporação.

Socorrido com vida, o idoso morreu no caminho do hospital. Já o soldado atingido por ele foi transferido para o hospital Samuel Libânio de Pouso Alegre, também em Minas Gerais, e passa bem.

Leia também: Polícia prende suspeitos de ataque que matou seis e deixou mais de dez feridos em Salvador

Veja Também:

Está "bombando" na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.