Idoso de 84 anos é morto com motosserra pelo neto em SP

Segundo as informações, o alvo do neto, que é usuário de drogas e tem transtornos psiquiátricos, não era o idoso, mas sim seu tio

0

Um fato chocante foi registrado na manhã desta segunda-feira (10) na cidade de São José dos Campos, localizada no interior de São Paulo. Por lá, um idoso de 84 anos foi morto pelo próprio neto, que usou uma motosserra para cometer o crime.

De acordo com as informações da Polícia Militar (PM), o neto, que tem 32 anos, teria chegado de carro na residência do idoso. Para entrar no local, ele teria dado marcha à ré no automóvel e destruído o portão da casa.

Ao entrar, afirma a PM, o suspeito teria dito que queria matar seu tio. Por conta disso, a fim de evitar que o neto cometesse o crime, o avô entrou na frente do suspeito, que estava com a motosserra ligada.

“Quando se colocou na frente para intervir na situação, o idoso foi ferido com a motosserra na cabeça”, detalhou a PM, completando ainda que o idoso foi resgatado com vida pelo Corpo de Bombeiros, mas, antes de chegar no hospital, a vítima não resistiu aos ferimentos e morreu. Depois do fato, o neto foi preso em flagrante e encaminhado para uma delegacia da cidade. Segundo a corporação, o suspeito é usuário de drogas e tem transtornos psiquiátricos.

Segundo as informações, o alvo do neto, que é usuário de drogas e tem transtornos psiquiátricos, não era o idoso, mas sim seu tio.
Segundo as informações, o alvo do neto, que é usuário de drogas e tem transtornos psiquiátricos, não era o idoso, mas sim seu tio. (Foto: reprodução)

Também no interior de SP

Outra ocorrência nesta segunda no interior de São Paulo culminou na morte de uma jovem grávida, de 22 anos, que acabou sendo atropelada enquanto conversava com o companheiro e outra filha, em Paraguaçu Paulista.

Segundo a Polícia Civil, Tamara Fernanda Malar Lima, de 22 anos, foi atingida em cheio pelo veículo que, em seguida, bateu em uma árvore. Apesar do fato, o condutor do carro não quis saber de parar e fugiu do local sem prestar socorro.

Diferentemente do motorista, o dono do carro, que estava como passageiro, ficou no local até que a polícia chegasse ao local – após ser ouvido e contar que o condutor perdeu o controle e subiu com o carro na calçada ao tentar fazer uma curva, ele foi liberado.

Além da moça, seu companheiro e filha, de um ano, também foram atingidos e sofreram escoriações. De acordo com as informações, Tamara foi resgatada com vida, mas morreu a caminho do hospital. O bebê que ela estava esperando, de sete meses, também foi a óbito.

De acordo com a Polícia Civil, o motorista ainda não se apresentou. O veículo que ele estava dirigindo foi apreendido e o caso continuará sendo investigado pela entidade.

Leia também: Mulher sai para comprar cigarro e desaparece no litoral de SP

Avalie o Artigo:

Está "bombando" na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.