Grêmio fica no empate com o América-MG e ambos seguem na zona de rebaixamento

Resultado, no final das contas, acabou sendo ruim para os dois lados

0

O Grêmio ficou no empate por 1 a 1 com o América Mineiro na tarde deste sábado (24), na Arena do Grêmio, em Porto Alegre, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Com esse resultado, o time gaúcho, comandado pelo técnico Luiz Felipe Scolari, volta a tropeçar na competição.

Assim, vai terminar a rodada na zona de rebaixamento, em penúltimo lugar, com 7 pontos.

Por sua vez, o Coelho, sob comando do técnico Vagner Mancini, também está na zona de degola, mas em 18º lugar, com 10 pontos.

Agora, na próxima rodada, o Grêmio volta a jogar no outro sábado (31), quando visita o Red Bull Bragantino, a partir das 21h, em Bragança Paulista, pela 14ª rodada.

Enquanto isso, o time mineiro volta a jogar no outro domingo, dia 1º de agosto.

Na oportunidade, visita o Atlético Goianiense, a partir das 20h30, no estádio Antônio Accioly, em Goiânia.

O jogo

Em campo, o Grêmio começou o jogo indo para cima do América Mineiro e pressionando desde o início, com objetivo de sufocar e não deixar o time adversário sair do campo de defesa.

Mas, logo aos 4min, Diego Souza sentiu uma lesão muscular e precisou ser substituído por Ricardinho.

No entanto, mesmo com essa baixa, o Tricolor Gaúcho abriu o placar em seguida, aos 6min, quando Guilherme Guedes recebeu e chutou no canto: 1 a 0.

Em seguida, aos 8min, Ruan aproveitou cobrança de escanteio, cabeceou para baixo, mas a bola bateu na trave e saiu.

Porém, aos poucos, o América começou a equilibrar o jogo e foi chegando ao ataque, mas sem tanto perigo.

Assim, aos 23min, Fabrício arriscou um chute de longe e o goleiro Chapecó espalmou para escanteio.

Com isso, o América chegou ao empate aos 30min, com Felipe Azevedo, que recebeu livre na entrada da área e mandou para o gol: 1 a 1.

Depois, aos 43min, Alisson teve a chance de desempatar para o Grêmio, mas acertou o travessão.

Antes do intervalo, Ricardinho teve boa chance em finalização defendida por Matheus Cavichioli.

Segundo tempo

Na etapa final, foi a vez do América-MG começar pressionando e criar as primeiras chances de gol, deixando o Grêmio encurralado.

Assim, o time da casa tinha dificuldades em articular as jogadas ofensivas e não conseguia ameaçar os visitantes.

Com isso, a primeira chegada do Grêmio ao ataque só veio aos 21min, com Ricardinho, que recebeu livre e finalizou mal, por cima.

Na reta final do segundo tempo, os donos da casa melhoraram e começaram a partir para cima do América.

No entanto, não teve criatividade e qualidade o suficiente para buscar a vitória.

Leia também: Botafogo vence o Confiança na estreia do técnico Enderson Moreira pela Série B

Veja Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.