Gil do Vigor e Ludmilla respondem declaração de Bruna Karla; amigo da cantora se pronuncia

Cantora gospel levou o unfollow de Anitta e recebeu muitos comentários negativos após declaração homofóbica.

0
Gil do Vigor e Ludmilla respondem
Reprodução: YouTube

Após comentários homofóbicos de Bruna Karla, celebridades como Gil do Vigor, Ludmilla e Jão respondem e lamentam as declarações. Ademais, o amigo da cantora gospel, que é citado na entrevista em questão, também comentou o assunto. Saiba mais!

Amigo se manifesta

A cantora comentou que não participaria do casamento de um amigo, que tem um relacionamento com outro homem, e afirmou que o rapaz em questão estava em ‘condenação eterna’, além de proferir outras frases homofóbicas. Bruno Di Simone, o amigo em questão, mandou um recado para Bruna em suas redes sociais nesta quinta-feira (16).

“Ninguém escolhe ser gay, a pessoa nasce gay. Como seria lidar com uma pessoa assim dentro da sua família? Você já parou pra pensar Bruna Karla, que mães que admiram seu trabalho e ouvem você falar uma coisa, podem ter um filho gay? Isso dó, isso machuca. E se você tivesse um filho gay? Eu não estou aqui para mudar você. Você tem a sua visão, faz parte de um sistema. Cuidado com as suas falas! Muitas pessoas podem se matar, de ouvir uma artista como você usando uma frase dessa”, desabafou.

Ademais, em entrevista à colunista Fábia Oliveira, ele explica que a cantora não se recusou a ir na cerimônia, como ela disse. “Na realidade, foi por causa da pandemia e da minha mudança. Sempre nos falávamos. O que eu não fazia ideia, era que ela falava assim de mim pelas costas, porque na frente o discurso era outro. Inclusive, já afirmou que estaria sim no meu casamento gay, apenas não cantaria”, disse.

Gil do Vigor e Ludmilla respondem falas homofóbicas

Muitos foram os comentários indignados sobre a declaração da cantora gospel, dentre anônimos e famosos. Gil do Vigor, por exemplo, citou um trecho da Bíblia para rebater a opinião de Bruna Karla. “De fato, quando Jesus aparecer, alguém irá se envergonhar e não é seu amigo gay e, sim, você por sua atitude preconceituosa. João 14 fala que Deus nos chama de amigos e a palavra amigo é forte demais para ser sustentada com base no preconceito e falta de amor ao próximo”, publicou.

Veja também: Ator Otávio Martins denuncia homofobia em restaurante; estabelecimento se pronuncia

Ludmilla também demonstrou sua indignação com a situação. “Esse é o tipo de discurso que me embrulha o estômago e me deixa revoltada. Pessoas como ela, que se dizem ‘porta-vozes’ de Deus, descartam e fazem mal às pessoas o tempo inteiro pelo simples fato de elas serem quem elas são!”, disse a artista que continua: “Quantos de nós vamos precisar morrer gritando que ISSO NÃO É UMA ESCOLHA?! Mais quanto tempo vamos precisar sofrer pelo direito de amar? Amor ao próximo? Que próximo? Respeito? Pra quem? Chega de ódio, chega de homofobia, chega de transfobia. Nós imploramos. Chega!”, desabafa.

Bruna Karla também levou unfollow de Anitta e recebeu uma outra resposta do cantor Jão. “O discurso dessa cantora gospel em um podcast é muito criminoso. Não dá pra ficar no ‘ah, é só ignorar, é a religião dela…’, porque essa fala enlouquece e mata muita gente que começa a se odiar. É uma homofobia escancarada e deveria ser passível de processo”, destaca, por fim.

Veja também: Pâmella Holanda é acusada de assédio e homofobia

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.