Gabriel Jesus sonha com a Copa do Catar

Atacante anotou quatro gols na vitória contra o Watford.

0

Um dos nomes mais convocados ao longo de toda a “Era Tite” na Seleção Brasileira, Gabriel Jesus sempre foi visto como um jogador de amplo potencial. Revelado pelo Palmeiras, o garoto subiu para os profissionais em 2015, com apenas 18 anos. Ao longo dos dois anos que defendeu o Verdão, conquistou a Copa do Brasil de 2015 e o Brasileirão de 2016, sendo peça chave.

Na Inglaterra desde 2017, atualmente Jesus está com 25 anos. Variando boas e más atuações ao longo de todos esses anos, nunca chegou a ser titular incontestável do Manchester City, mas sempre entrava em jogos decisivos e contribuía. Nessa temporada, entretanto, ele não vinha marcando muitos gols. Com apenas três gols até o jogo de ontem (23), Jesus vive uma temporada menos artilheira.

Em contrapartida, sua temporada tem sido de alto número de assistências, comprovando sua qualidade para atuar aberto. Na goleada por 5 a 1 contra o Watford, ele não só se tornou o primeiro brasileiro a marcar quatro gols em uma partida da Premier League, como também deu a sua décima primeira assistência na temporada.

Jesus
Jesus participou de mais de 130 gols pelo City. Foto: Alex Livesey / Getty Images.

Jesus e a Seleção de Tite

Como falávamos no início, Gabriel Jesus é um dos símbolos de Tite na Seleção. Além de ter sido o centroavante titular na Copa do Mundo de 2018, o atacante teve outros momentos marcantes com o treinador. Como sua estreia, quando marcou dois gols contra o Equador em Quito, e a conquista da Copa América de 2019 contra o Peru, em pleno Maracanã.

Sendo assim, considerando que o número de convocados deve aumentar de 23 para 26 nomes, a presença de Gabriel Jesus no Catar vem ficando cada vez mais consolidada. Além disso, com o Manchester City na disputa pelo título da Premier League e da UEFA Champions League, Jesus terá grandes jogos para tentar se afirmar ainda mais. Ele terá a chance de fazer um possível gol do título, por exemplo.

Vale ressaltar que, em 230 jogos pelo clube de Manchester, Jesus anotou 93 gols, deu 41 assistências e conquistou dez títulos. Isto é, além de ter que concorrer com grandes jogadores na elite do futebol mundial, seus números passam longe de serem ruins, muito pelo contrário.

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.