FGTS não creditado: saiba como resolver

Em caso de FGTS não creditado trabalhador deverá abrir conta no Caixa Tem

0

Alguns trabalhadores estão buscando saber como solucionar o FGTS não creditado em suas contas. Afinal, no dia de 20 de abril, a Caixa Econômica Federal iniciou o depósito do saque extraordinário para os nascidos em janeiro.

3,9 milhões de cidadãos tiverem o FGTS creditado em suas contas, além de outros trabalhadores que já possuam o valor liberado. Então, até o dia 15 de junho, a Caixa permitirá saques de até R$ 1 mil para cerca de 42 milhões de pessoas.

Existe a possibilidade de o trabalhador ter o saque do seu FGTS não creditado em sua conta, mesmo após a data do recebimento. Portanto, caso o cidadão não possua conta poupança digital, não será possível sacar o dinheiro.

Como sacar o FGTS não creditado? 

É provável que quem já recebeu o saque do PIS Pasep ou do FGTS possua conta poupança digital no Caixa Tem. Dessa forma, esses trabalhadores terão o FGTS creditado e conseguirão sacar o valor. 

No entanto, para aqueles que não receberam os pagamentos citados será necessário a abertura da conta poupança digital no app Caixa Tem. Afinal, é por meio dessa conta que será recebido o valor do saque extraordinário.

Erro ao abrir a conta no Caixa Tem

Existe ainda a chance de que no processo de abertura da conta o trabalhador receba uma mensagem de erro na tela do app. Isso significa que o FGTS não creditado anteriormente estará para lançamento futuro na data programada.

Caso essa seja a sua situação, basta aguardar a data programada de acordo com o calendário. Mas, se o trabalhador não conseguir abrir a conta e receber o FGTS não creditado de forma virtual, deverá comparecer a uma agência da Caixa. 

Saque do FGTS

A liberação do saque do FGTS foi feita em 2020 e ocorre novamente em 2022. Assim, essa ação se trata de uma tentativa de recuperação econômica. Para saber a qual valor  você tem direito, acesse o app do FGTS.  

Quem tem direito ao saque extraordinário?

Qualquer trabalhador, com carteira assinada ou não, poderá aderir ao saque extraordinário. Com isso, realizar a retirada no valor de até mil reais das contas do FGTS. 

Os que possuem menos de R$ 1 mil reais podem sacar todo o valor. Contudo, os que têm mais de R$ 1 mil reais, ficam limitados a esse valor.

Vale lembrar que o saque extraordinário já foi liberado para os nascidos em janeiro, fevereiro e março de acordo com o calendário de pagamentos. Então, veja a seguir as datas: 

  • 20 de abril: Nascidos em janeiro;
  • 30 de abril: Nascidos em fevereiro;
  • 4 de maio: Nascidos em março;
  • 11 de maio: Nascidos em abril;
  • 14 de maio: Nascidos em maio;
  • 18 de maio: Nascidos em junho;
  • 21 de maio: Nascidos em julho;
  • 25 de maio: Nascidos em agosto;
  • 28 de maio: Nascidos em setembro;
  • 1º de junho: Nascidos em outubro;
  • 8 de junho: Nascidos em novembro;
  • 15 de junho: Nascidos em dezembro.

Como aderir ao saque extraordinário?

É possível acessar essa conta por meio de canal virtual:

Por meio desse aplicativo é permitido pagar boletos e contas. Bem como, fazer transferências e realizar compras online com o cartão de débito virtual e em lojas físicas com QR Code.

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.