Conheça os 17 fundos para investir seu FGTS na Eletrobras

Entenda como investir o FGTS na Eletrobras via FMPs

0

A precificação das ações começa dia 9 e será possível usar o FGTS na Eletrobras. A oferta primária será de 627,6 milhões de ações e o total considera um lote inicial de R$ 30,7 bilhões, mais o lote suplementar de 104,6 milhões de ações.

Assim como nas ofertas da Petrobras (PETR4) e da Vale (VALE3), os trabalhadores estão liberados para usar o saldo do FGTS para participar da oferta das ações da Eletrobras.

Foi garantido um investimento de pelo menos R$ 5 mil para cada investidor de varejo, que pode ser aumentado de acordo com a demanda da oferta. O Conselho do Programa de Parcerias de Investimentos autorizou o uso de até R$ 6 bi do saldo. 

Fundos Mútuos de Privatização (FMP)

Já foram criados 17 Fundos Mútuos de Privatização – FGTS na Eletrobras registrados na Comissão de Valores Mobiliários (CMV). Os fundos foram criados por dez instituições para receber os recursos dos trabalhadores. 

Então, conheça a seguir todos os 17 FMPs:

  • Banco do Brasil 
    • BB Fundo Mútuo de Privatização 
    • BB Fundo Mútuo de Privatização – FGTS Eletrobras – Migração
  • Bradesco
    • Bradesco Fundo Mútuo de Privatização 
    • Bradesco Migração Fundo Mútuo de Privatização – FGTS Eletrobras
  • BTG Pactual
    • BTG Pactual Reference Fundo Mútuo de Privatização – FGTS Eletrobras
  • Caixa Econômica Federal
    • Caixa Fundo Mútuo de Privatização 
    • Caixa Fundo Mútuo de Privatização – FGTS Eletrobras
  • Daycoval 
    • Daycoval Fundo Mútuo de Privatização – FGTS Eletrobras (FMP-FGTS)
  • Genial 
    • Genial Fundo Mútuo de Privatização
    • Genial Migração Fundo Mútuo de Privatização
  • Guide Investimentos 
    • Guide Fundo Mútuo de Privatização 
  • Itaú Unibanco
    • Itaú Fundo Mútuo de Privatização – FGTS Eletrobras
    • Itaú Migração Fundo Mútuo de Privatização 
  • Safra 
    • Safra Fundo Mútuo de Privatização 
    • Safra Fundo Mútuo de Privatização – FGTS Eletrobras – Migração
  • Santander 
    • Santander Fundo Mútuo de Privatização – FGTS Eletrobras – Migração
    • Santander Fundo Mútuo de Privatização 

Dessa forma, o usuário pode escolher em qual tipo de corretora ou banco deseja fazer seus investimentos.

Como utilizar o FGTS na Eletrobras

Para participar da oferta o trabalhador deve acessar o app do FGTS. Lá ele deve consultar o saldo e selecionar a instituição financeira administradora de FMP, autorizar a empresa a solicitar a reserva do valor para aplicação nesses fundos.

No dia 3 de junho, o investidor terá acesso a reserva da oferta por meio da aplicação via fundo FMP-FGTS e deverá informar o valor que deseja investir. O período de reserva será de 3 a 8 de junho.

No caso dos investidores de varejo (aqueles que não utilizarão os fundos FMP-FGTS), o valor mínimo da aplicação corresponde a R$ 1 mil e o período de reserva também vai de 3 a 8 de junho.

De acordo com Bruno Stuani, head de relações com investidores da Genial Gestão, não há limite de aporte por investidor desde que as reservas não ultrapassem o total de R$ 6 bilhões destinados aos FMPs.

Segundo as regras da oferta, nenhum investidor poderá ter uma participação acima de 10% na estatal. Assim, o governo permanecerá como principal acionista, mesmo não sendo mais o controlador.

Esse tipo de aplicação obriga o investidor a aguardar 12 meses para movimentar o recurso. Após esse período, caso ocorra a venda, os recursos aplicados voltam para o FGTS.

Avalie o Artigo:

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.