Escova de dente deve ser escolhida de acordo com a idade

Fatores como tamanho do arco dental e tipo de gengiva também interferem na decisão

0
Unsplash

Para quem ainda escolhe a escova de dente pela cor ou preço, saiba que esta simples ação pode levar a séries consequências na saúde bucal.

Isso porque, de acordo com especialistas odontológicos este recurso essencial para a higienização dos dentes deve ser escolhido seguindo inúmeros fatores característicos.

Assim a escova consegue desempenhar seu papel funcional da melhor forma, além de evitar danos nessa região que acaba se tornando mais sensível.

Veja também: Chiclete X Saúde Bucal: Consumo adequado pode ajudar a estimular a produção de saliva

Fatores importantes na hora da escolha da escova dental

Dentre as características que merecem atenção na hora de escolher a melhor escova de dente, os especialistas destacam quatro fatores: idade, tamanho do arco dental, tipo de gengiva e se o indivíduo usa aparelho ortodôntico.

Idade

A começar pela idade, o indivíduo deve adequar suas necessidades de higiene bucal de acordo com a fase da vida, que difere desde a alimentação, hábitos e é claro, estrutura dos dentes.

O mais indicado é seguir orientações de um profissional, entretanto, dentre as regras mais simples vale a pena considerar:

  • Escova-Mordedor: De 3 meses e 1 ano de idade
  • Escova Infantil: Da erupção dental até 6 anos de idade
  • Escova Juvenil: De 7 e 14 anos de idade
  • Escova Adulto: A partir dos 15 anos de idade

Estas escovas diferem em tamanho, formato e textura, portanto é preciso conferir no rótulo do produto essa especificação.

Tamanho do arco dental

Logo após escolher a escova dental pela idade, outro item a ser considerado é o tamanho do arco dental.

Quem possui arco dental pequeno deve preferir escovas com cabeça pequena, já que esse formato reduzido ajuda chegar aos locais de mais difícil acesso.

Do mesmo modo que pessoas que possuem um arco dental mais largo deve priorizar escovas com formatos maiores, a fim de garantir uma higienização mais rápida e abrangente.

Tipo de gengiva

Para quem sofre de sensibilidade na gengiva ou retração, os especialistas indicam escovas com cerdas macias.

Elas garantem uma limpeza adequada sem agredir a região, que já é sensível.

Além disso até o formato deve ser priorizado nesse quesito, já que as arredondadas provocam menos lesões gengivais, enquanto as cerdas afiladas e recortadas são mais eficientes na remoção da placa bacteriana.

Aparelho ortodôntico

O aparelho ortodôntico pode dificultar ainda mais essa escolha, visto que o processo de limpeza bucal se torna um pouco mais complicado.

O ideal é além da escova convencional possuir uma escova cônica. Isso porque ela permite a escovação em volta dos braquetes sem quebrar ou danificá-los.

Existem também novos formatos de escovas ortodônticas em V. Essas são capaz de se adaptar aos braquetes e fazer uma limpeza na parte de baixo e de cima.

Outra dica importante dos especialistas em saúde bucal é não limpar a língua com a escova dental, já que existem aparelhos específicos que garantem uma remoção mais eficaz dos resíduos que acabam ficando neste local.

Leia mais: Enxaguantes bucais podem reduzir a carga da Covid-19 pela saliva

Veja Também:

Está "bombando" na Internet:

Acesse www.pensarcursos.com.br
Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.