Entenda o que está elevando o preço do café moído no Brasil

Café é a segunda bebida mais consumida do país, atrás apenas da água, mas preços elevados vêm modificando hábitos de consumo da população

0

O café está se tornando um verdadeiro artigo de luxo no Brasil. Antes, era fácil encontrar o item nas casas dos brasileiros, mas essa realidade vem mudando nos últimos tempos. Isso porque o grão torrado e moído do café teve um forte aumento de mais de 50% no ano passado.

Em 2022, a variação nos preços do item tem se acomodado em alguma medida. O problema é que essa acomodação ocorre sobre bases muito elevadas, ou seja, o café continua caro no país. E os brasileiros já vem mudando os seus hábitos de consumo.

Em resumo, os altos preços do café estão fazendo os brasileiros deixarem de estocar o produto em casa. Atualmente, a população compra apenas o que vai consumir, uma vez que os preços estão muito elevados e pesando mais do que de costume.

Além disso, as pessoas que costumavam comprar um cafezinho na rua estão pensando duas vezes antes de fazê-lo. Assim, a segunda bebida mais consumida do país, atrás apenas da água, vem deixando de fazer parte do cotidiano de muitos brasileiros.

Veja o que vem elevando os preços do café

De acordo com especialistas, os problemas climáticos afetaram a produção e o estoque de café no país no ano passado. As regiões produtoras do item sofreram com geadas e secas, e isso reduziu a oferta do produto, elevando o seu preço.

Além disso, o café acumulou uma forte alta no ano passado devido à valorização do dólar ante o real. Em suma, as vendas para o exterior cresceram, porque geravam mais lucros aos vendedores. Como consequência, a oferta interna ficou ainda mais reduzida, e isso encareceu o produto no país.

Vale destacar que a maior parte da produção nacional de café vem da agricultura familiar. No entanto, o estoque nas mãos dos produtores é baixo no país. Na verdade, a maior parte do estoque brasileiro está com atravessadores, exportadores, traders e empresas.

Em outras palavras, estas pessoas compram café mais barato para venderem mais caro para o exterior. Aliás, muitos deles aumentaram o estoque no ano passado e estão vendendo o item em 2022 por preços bem elevados. E a situação deverá se manter, pois não há controle interno sobre o estoque de café no país.

Leia Também: Quatro em cada dez mulheres empreendem em busca de independência financeira

5/5 - (1 vote)

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.