Empréstimo: saiba quando solicitar e fuja dos riscos da modalidade

Brasileiros precisam pensar bem antes de pegar um empréstimo; como o próprio nome sugere, o valor é emprestado e precisa ser devolvido

0

A situação atual do Brasil não é muito positiva. A população sofre com inflação anual acima de 12%, apesar de a meta do Banco Central ser de apenas 3,5%. Os juros também se encontram no maior nível em mais de cinco anos, justamente para segurar a inflação. E tudo isso faz a população buscar cada vez mais os empréstimos.

Embora essa seja a solução encontrada por muita gente para superar as dívidas, há grandes riscos nessa modalidade. Por isso, especialistas afirmam que o brasileiro deve analisar cuidadosamente a sua vida antes de pegar um empréstimo. Até porque o crédito usado para resolver problemas acaba se tornando o maior desafio para muita gente.

Saiba quando solicitar um empréstimo

De acordo com especialistas financeiros, a pessoa precisa fazer um planejamento antes de pegar qualquer empréstimo. Em resumo, é necessário que haja um objetivo claro e definido para o dinheiro. Por exemplo, as pessoas podem pegar crédito para investir em alguma coisa ou pagar dívidas que, se atrasadas, gerariam um custo muito elevado.

Seja qual for o objetivo, as pessoas precisam pesquisar as linhas de crédito disponíveis. Nesse caso, faz-se essencial saber com clareza os limites disponíveis, as taxas de juros e as carências.

“É preciso prestar atenção, porque tomar esse novo empréstimo e continuar se endividando não resolve a situação. É preciso se organizar financeiramente para não gastar mais do que ganha e não voltar a se endividar mais”, ressalta Letícia Camargo, diretora da Associação Brasileira de Planejamento Financeiro (Planejar).

Dinheiro emprestado deve ser devolvido

Nem todos têm uma noção completa sobre o que é o empréstimo, mas é simplesmente como o nome sugere. O dinheiro pego deverá voltar para a instituição financeira, pois não passa de algo emprestado.

Em outras palavras, quando uma pessoa pede crédito a alguma instituição financeira ela está contrariando uma dívida. Para que esse débito não vire uma bola de neve, todos devem ter plena consciência da situação financeira em que se encontram e quais as formas que permitirão a devolução do dinheiro.

“O empréstimo tem que ser usado com muito cuidado e como uma última alternativa, porque é um aluguel do dinheiro e você irá pagar muito por isso, principalmente, nessa época de taxa de juros altas. De fato, é uma alternativa para quem está passando por uma dificuldade financeira agora… porém é preciso cautela”, disse Letícia Camargo.

Leia Também: Preços da gasolina e do diesel sobem nos postos e batem recorde

5/5 - (1 vote)

Sucesso na Internet:

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.